DestaqueVariedades

O Jovem Rico – A perplexidade pelo apego aos bens materiais

Eis que alguém se aproximou de Jesus e lhe perguntou: “Mestre, que farei de bom para ter a vida eterna?”  Respondeu-lhe Jesus: “Por que você me pergunta sobre o que é bom? Há somente um que é bom. Se você quer entrar na vida, obedeça aos mandamentos”.  “Quais?”, perguntou ele. Jesus respondeu: “‘Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não darás falso testemunho, honra teu pai e tua mãe’ e ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’”. Disse-lhe o jovem: “A tudo isso tenho obedecido. O que me falta ainda?” Jesus respondeu: “Se você quer ser perfeito, vá, venda os seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro nos céus. Depois, venha e siga-me”. Ouvindo isso, o jovem afastou-se triste, porque tinha muitas riquezas.  Então Jesus disse aos discípulos: “Digo-lhes a verdade: Dificilmente um rico entrará no Reino dos céus. E lhes digo ainda: É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus”. Ao ouvirem isso, os discípulos ficaram perplexos e perguntaram: “Neste caso, quem pode ser salvo?”

Jesus estava viajando pela Pereia em direção a Jerusalém. Um jovem rico vai até Ele e se ajoelha. O homem é “um dos líderes”, talvez seja presidente da sinagoga ou membro do Sinédrio. Ele perguntou: “Bom Mestre, o que devo fazer para herdar a vida eterna?”  Jesus respondeu: “Por que você me chama de bom? Ninguém é bom, a não ser um só: Deus.” Provavelmente o homem usa “bom” como título, assim como os rabinos fazem. Embora Jesus seja um bom mestre, Ele deixa claro para o homem que o título “Bom” pertence apenas a Deus.

Jesus o aconselhou: “Porém, se você quer entrar na vida, obedeça sempre aos mandamentos.” Por isso, o homem perguntou: “Quais?” Jesus cita cinco dos Dez Mandamentos: não assassinar, não cometer adultério, não roubar, não dar falso testemunho e honrar os pais. Então acrescenta um mandamento mais importante: “Ame o seu próximo como a si mesmo.”

O homem diz: “Tenho cumprido todos esses. O que me falta ainda?” Talvez ele ache que ainda tem de fazer alguma boa ação ou algo extraordinário que o qualifique para a vida eterna. Percebendo que o seu pedido é sincero, Jesus ‘sente amor por ele’. No entanto, o homem tem um obstáculo diante de si: o homem tem muito apego aos seus bens materiais.

Jesus disse: “Falta uma coisa a seu respeito: vá, venda o que você tem e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu; e venha ser meu Seguidor.” Provavelmente sentindo pena do homem, Jesus o vê se levantar e ir embora triste. Por se apegar às riquezas, suas “muitas posses”, o verdadeiro tesouro fica escondido do homem. Jesus conclui: “Como será difícil para os que têm dinheiro entrar no Reino de Deus!”

Os discípulos ficam surpresos com essas palavras e com o que Jesus disse a seguir: “De fato, é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha de costura, do que um rico entrar no Reino de Deus.” Isso leva os discípulos a perguntar: “Quem é que pode ser salvo?” Ele anima: “As coisas impossíveis para os homens são possíveis para Deus.”

As recompensas para os Seguidores do Mestre não são apenas futuras. Os discípulos verdadeiros já são recompensados, pois Jesus declarou: “Não há ninguém que tenha deixado casa, esposa, irmãos, pais ou filhos por causa do Reino de Deus que não receba muitas vezes mais neste tempo e, no futuro sistema de coisas, a vida eterna.”

Jesus acrescentou ao final: “… muitos que são primeiros serão os últimos; e os últimos, serão os primeiros.” O jovem rico poderia estar entre os “primeiros”, pois era um dos líderes dos judeus. Por obedecer aos mandamentos de Deus, ele teria potencial para o futuro e poderia se esperar muito dele. No entanto, ele colocou as riquezas à frente de tudo na vida. Por outro lado, as pessoas comuns percebem ainda nos dias atuais que os ensinamentos de Jesus são a verdade e o caminho para a vida eterna.

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar