DestaqueNaviraíNotíciasOutros DestaquesPolíticaVariedades

Naviraí discute o Decreto do Estado de combate à pandemia da Covid-19

Prefeita Rhaiza Matos reuniu autoridades do Legislativo, Ministério Público Estadual, Segurança Pública, Saúde, Procuradoria Jurídica e do comércio para discutir a normativa

Para se posicionar em relação ao Decreto nº 15.638, editado pelo Governo do Estado na última quarta-feira (24), que institui, em caráter excepcional e temporário, medidas restritivas para evitar a proliferação do coronavírus (SARSCoV-2) em todos os municípios do MS, a prefeita Rhaiza Matos convidou autoridades para uma reunião emergencial, na tarde de ontem (25-03).

 

Após a composição da mesa das autoridades, o  gerente  Fernando Ortega (Geral Executivo) fez a leitura do novo decreto estadual, para que todos os presentes tivessem amplo conhecimento do assunto em pauta. A reunião, realizada no plenário da Câmara de Vereadores, teve a duração de aproximadamente quatro horas.

Prefeita Rhaiza Matos ao discutir normativa de combate à Covid-19: “Tomamos decisões para salvar vidas”. Foto: Roney Minella

Coube à prefeita Rhaiza Matos abrir a sessão de pronunciamentos, observando que havia recebido normativa da Secretaria de Estado de Saúde recomendando as providências restritivas. Na sequência, a prefeita convidou o gerente Márcio de Figueiredo (Saúde) para que apresentasse um panorama real sobre os atendimentos aos pacientes da Covid-19.

 

 

O Hospital Municipal com sua capacidade funcional muito acima do limite, os recursos humanos existentes já extenuados e com falta de profissionais para o grande volume de atendimentos, além da escassez de remédios e insumos foram apenas algumas das situações apontadas pelo gerente Márcio, visando justificar a premente necessidade de se tomar medidas restritivas de mobilidade.

 

Gerente de Saúde Márcio Vidal de Figueiredo: “Precisamos urgentemente brecar a circulação viral”. Foto: Roney Minella

Ele confirmou que as determinações do novo decreto já estão sendo implementadas pela Gerência de Saúde, como por exemplo, a modificação de fluxo de pessoas e no encaminhamento dos pacientes da Covid-19. “Precisamos urgentemente brecar a circulação viral para termos, gradativamente, a diminuição de novos casos. Ao contrário, em 30 dias teremos em Naviraí 250 óbitos”, alertou Márcio de Figueiredo.

Após o pronunciamento de cada uma das autoridades com suas considerações, dentre eles, o promotor Daniel Pívaro Stadnicky que apontou o momento histórico, onde, o Governo do Estado, diferente do que fez desde o início da pandemia, determinou o ataque do problema em sua raiz, cobrando o engajamento de todos os municípios na redução da mobilidade social. “Cabe à prefeita seguir na mesma direção, mas, sabemos que o ônus político ocorrerá, pois, é o seu CPF que estará sendo colocado nesta decisão”, apontou o promotor.

 

Ao finalizar a reunião, a prefeita Rhaiza Matos afirmou que adotará as medidas definidas pelo Decreto do Governo do Estado. “São medidas impopulares, mas, imprescindíveis para preservamos a vida e frearmos o avanço desenfreado da pandemia. Não vamos nos omitir e estamos atuando para evitar que tenhamos uma sindemia em Naviraí”.

 

Promotor de Justiça Daniel Pívaro Stadniky: “Momento é histórico onde a proposta é atacar o combate à Covid pela raiz com redução da mobilidade social”

 

Presentes à reunião, o Promotor de Justiça Daniel Pívaro Stadniky (2ª Promotoria de Justiça de Naviraí), Márcio Araguaia (vice-prefeito), vereador Éderson Dutra (presidente do Legislativo), José Antônio Leal Uemura – Mano (presidente da ACEN), e representando a Segurança Pública os delegados da Polícia Civil José Eduardo Rocha (Regional de Naviraí), Hudson Parra Miranda e Edson Ubeda, o Coronel Éverson Antônio Rozeni (Comandante do 12º BPM), e o Sargento André Ribeiro (Corpo de Bombeiros).

 

As lideranças representativas, médico Felipe Manzano (diretor clínico do Hospital Municipal), Maria Inês Vidoto (gerente do hospital Cassems de Naviraí), todos os vereadores e os gerentes municipais, Josemar Tomazelli (Finanças), Gisalda Balta (Administração), Priscilla de Oliveira (Gabinete), Adriano Talarico (Núcleo de Licitações e Contratos), Paulo Roberto Jacomeli Pereira (Procurador Geral do Município) e Maria Paula Alípio (Procuradora Adjunta) também participaram da reunião.

 

Fonte: Roney Minella

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar