DestaqueRegião

FUGIR DA CRISEServiço militar atrai jovens em busca de vagas no mercado de trabalho

Alistamento obrigatório é visto como oportunidade de emprego

A perspectiva de garantir uma renda extra para ajudar com as despesas da casa é o que faz o jovem Guilherme Elias Mariano Costa, de 17 anos, chegar de sorriso largo à 26ª Junta de Serviço Militar, na Vila Planalto, região central de Campo Grande. Ele é o retrato de uma parcela de adolescentes que atingem a maioridade este ano e estão inclinados em servir ao Exército Brasileiro. O ingresso nas Forças Armadas pode ser uma alternativa ao cenário de desemprego no país.

A falta de oportunidades atinge em cheio os jovens brasileiros em tempos de retração econômica. Segundo texto da Carta de Conjuntura nº 33, divulgada em dezembro passado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) – vinculado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão -, quem tem entre 14 e 24 anos sofre mais com o déficit de vagas no mercado de trabalho. Enquanto a taxa total de desemprego alcançou 11,8% no terceiro trimestre do ano passado, entre as pessoas dessa faixa etária chegou a 27,7%.

Por enquanto, Guilherme Costa foge desta estatística, mesmo que de maneira informal. Ele trabalha o dia todo com um tio, ajudando a limpar piscinas. Pela noite, cursa o terceiro ano do ensino médio. “Quero entrar no Exército para ajudar com as coisas de casa”, afirma o jovem, que mora com a mãe no bairro Drº. Albuquerque – sul da Capital – e acredita ser este o caminho profissional mais viável no momento.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar