DestaqueNaviraíNotíciasPolicial

PMA de Naviraí prende pescadores por abate de capivara e pesca predatória

A PMA (Polícia Militar Ambiental) do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, em ação conjunta com os guardas do parque, realizaram ontem (27), uma operação fluvial no rio Ivinhema e afluentes e prenderam dois homens por caça e pesca predatória dentro da área pertencente ao Parque.

Os infratores foram abordados em uma embarcação, em área do parque pertencente ao município de Naviraí, praticando pesca no local, onde a atividade é proibida, e ainda utilizando petrechos proibidos do tipo redes em processo de arrastão e também haviam praticado caça ilegal.

Durante vistoria ao barco foram encontradas oito redes de pesca (petrecho proibido), medindo 600 metros utilizadas no arrastão e uma caixa isotérmica contendo pescado das espécies curimbatá e corvina.

Além disso, um animal silvestre da espécie  capivara,  que fora abatido pelos infratores também foi encontrado no barco. Segundo os criminosos, a capivara teria sido abatida com uso de um facão. O barco, o motor, as redes, o pescado, a caixa isotérmica, a capivara e o facão foram apreendidos.

Os infratores, Nivanildo de 34 e Valmir 39 anos, residentes em Naviraí, receberam voz de prisão e foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Naviraí, juntamente com o material apreendido, onde foram autuados em flagrante pelos crimes ambientais de pesca predatória e caça ilegal e saíram depois do pagamento de fiança de R$ 1.200,00 cada uma.

Se condenados pelos crimes, poderão pegar pena pela a pesca de um a três anos de detenção e, pela caça, de seis meses a um ano de detenção. Eles também foram autuados administrativamente e foram multados em um total de R$ 5.500,00.

 

Fonte: Jornal do Conesul

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja Também

Fechar
Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar