DestaqueMundo NovoNotíciasPolítica

Agricultura de Mundo Novo ganhou local para garagem própria e executou quase R$ 2,5 milhões em serviços

 

O Governo de Mundo Novo recuperou barracão inaugurado em setembro de 1998 para atender a agricultura familiar e a Secretaria Municipal de Agricultura passou a utilizar o local em janeiro deste ano.

Com uma garagem própria, a secretaria tem espaço para uma frota própria em lugar seguro e trabalhar na conquista de uma mecânica própria e outros serviços similares. O local fica no Parque Industrial I, próximo ao Rancho Caroline (saída para Guaíra).

Em 2021, a secretaria recebeu duas ensiladeiras. A primeira forrageira, em maio, foi adquirida 100% com recursos próprios (R$ 49.800,00) e ficou destinada a silagem de capim-açu.

Neste mês, uma nova ensiladeira e um triturador foram entregues e ficará a serviço da silagem de milho – estes em uma parceria com governos federal e estadual, no valor de R$ 24.388,00.

Só neste ano foram mais de 300 horas de silagem, contribuindo na preparação do alimento, principalmente, para o gado. Outro atendimento para os produtores de leite foi à entrega de 200 toneladas de calcário (66 produtores), em um investimento de R$ 41.680,00.

Os critérios para o atendimento com calcários foram: possuírem análise de solo e atividade de hortifrutigranjeiros ou bovinocultura de leite. A oferta deste serviço se deu em parceria com a Câmara Municipal, no novo modelo de gestão que permite aos vereadores apresentarem emenda dentro do orçamento municipal; no caso, Raul Amaducci, Eliete Tel e Jeferson Cavalcante.

Mais de R$ 2 milhões em conservação de solo, investimento em estradas e outros serviços

A oferta de serviços pela secretaria de Agricultura se aproximou dos R$ 2,5 milhões em 2021. Só no convênio com a Itaipu foram R$ 1.485.916,34 entre conservação de solo (curvas de nível), levantamento e cascalhamento. O valor total do convênio, destes serviços, foi de mais de R$ 3 milhões, somando 2020/2021.

Esta parceria engloba recursos do município e da Itaipu. Só no levantamento (18,2 Km) e cascalhamento de estradas (13,04 Km) foram R$ 433.054,29 da prefeitura e R$ 629.547,55 da Itaipu. Outros R$ 423.314,50 foram investidos no serviço de curvas de nível (173,9 Km).

Além das ações citadas, quase um milhão de reais foi utilizado para o atendimento aos agricultores em trabalho com trator e arrastão (677 horas), terraceador (160 horas), pá carregadeira (1103 horas), caminhão caçamba (1.249 horas para agricultores e + 459 horas prefeitura). O atendimento aos piscicultores neste ano voltou a ocorrer.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar