DestaquePolítica

Ministério Público recorre para barrar candidatura de ex-prefeito de Mundo Novo

Humberto Amaducci (PT) tenta voltar ao cargo que ocupou de 2013 a 2016, mas é alvo de duas impugnações

O Ministério Público Eleitoral recorreu da sentença que aprovou o registro de candidatura de Humberto Amaducci (PT) à prefeitura de Mundo Novo. O petista foi alvo de duas impugnações.

O MP tentou barrar o nome de Amaducci com base em parecer do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado), que rejeitou contas relativas a convênio firmado com verbas do Funasa (Fundo Nacional de Saúde), quando o candidato administrava Mundo Novo. Fiscalização do tribunal identificou desvio de finalidade no uso de R$ 31,5 mil para custear serviços contábeis.

O juiz da 33ª Zona Eleitoral de Mundo Novo, Guilherme Henrique Berto de Almada, se escorou na jurisprudência do STF (Supremo Tribunal Federal) para decidir que só a Câmara de Vereadores pode julgar as contas de um prefeito.

Já a coligação “Trabalho e Responsabilidade”, composta por MDB e PSD, e do candidato a prefeito emedebista Toninho, pediu a impugnação pela desaprovação das contas de Humberto Amaducci no exercício de 2014.

Mas o magistrado pontuou que o próprio TCE-MS derrubou o parecer em efeito suspensivo. O registro de candidatura do petista acabou deferido na última terça-feira (13).

Em recurso protocolado na sexta-feira, 17, a promotora eleitoral Lenize Martins Lunardi Pedreira reforçou que o TCE-MS é o órgão responsável por julgar as contas de convênios, e não a Câmara Municipal. Assim, afirma que Amaducci estaria inelegível.

O candidato do PT foi intimado e, portanto, tem três dias para apresentar contrarrazões ao recurso do Ministério Público Eleitoral.

Humberto Amaducci foi prefeito de Mundo Novo de 2013 a 2016. Há dois anos, disputou as eleições para o governo do Estado, mas terminou na quarta colocação.

Além do petista e do emedebista, estão no páreo pelo Executivo em Mundo Novo Professor Demilson Greguer (PSOL), bem como Valdomiro Sobrinho (PSDB).

(transcrito do site MídiaMax, de Campo Grande)

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar