DestaqueVariedades

Samuel, ao lado do sacerdote Eli, no Tabernáculo

O texto sagrado apresenta Samuel, com o perfil de líder espiritual de Israel. O jovem Samuel servia a Deus, perante Eli. Naqueles dias, a palavra do Senhor era mui rara; as visões não eram frequentes. Certo dia, estando deitado no lugar de costume, o sacerdote Eli, cujos olhos já começavam a escurecer-se, a ponto de não poder ver, e tendo se deitado também Samuel, no Templo do Deus Vivo, onde estava a arca, antes que a lâmpada de Deus se apagasse, o Senhor chamou o menino: Samuel, Samuel! Este respondeu: Eis-me aqui! Correu a Eli e disse: Eis-me aqui, pois tu me chamaste. Mas ele disse: Não te chamei; torna a deitar-te. Ele se foi e se deitou. Tornou o Senhor a chamar: Samuel! Este se levantou, foi a Eli e disse: Eis-me aqui, pois tu me chamaste. Mas ele disse: Não te chamei, meu filho, torna a deitar-te. Porém Samuel ainda não conhecia o seu Deus, e ainda não lhe tinha sido manifestada a palavra do Senhor. Novamente, a voz tornou a chamar a Samuel, pela terceira vez, e ele se levantou, e foi a Eli, e disse: Eis-me aqui, pois tu me chamaste. Então, entendeu Eli que era o Senhor Deus quem chamava o jovem. Por isso, Eli disse a Samuel: Vai deitar-te; se alguém te chamar, dirás: Fala, Senhor, que o teu servo ouve. E foi Samuel para o seu lugar e se deitou. Então, veio o Senhor, e ali esteve, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel! Ele respondeu: Fala, porque o teu servo ouve. Disse, pois, a Samuel: Eis que vou fazer uma coisa em Israel, a qual todo o que a ouvir lhe tinirão ambos os ouvidos. Naquele dia, suscitarei contra Eli tudo quanto tenho falado com respeito à sua casa; começarei e o cumprirei.

É notório que o chamado de Samuel aconteceu de madrugada, pois ele nos diz que “antes que a lâmpada de Deus se apagasse.” A lâmpada é o candelabro de ouro, com suas sete lâmpadas que devem “ficar continuamente acesas”. Não quer dizer que elas fiquem acesas 24 horas por dia, mas que de noite estão sempre acesas. As palavras de II Crônicas 13:11 deixam isto bem claro: “Cada dia, de manhã e à tarde, oferecem holocaustos e queimam incenso aromático, dispondo os pães da proposição sobre a mesa puríssima e o candeeiro de ouro e as suas lâmpadas para se acenderem cada tarde, porque nós guardamos o preceito do Deus de nosso coração.”

 

Desde que Samuel era pequeno, ele morou e trabalhou no Tabernáculo, o lugar onde as pessoas adoravam a Deus. Muitas pessoas sabem porque Samuel foi morar no tabernáculo. Antes de tudo, vamos aprender um pouco sobre Ana, a mãe do menino Samuel.

Por bastante tempo, Ana queria muito ter um filho, mas não podia. Por isso, ela orou ao Senhor pedindo ajuda. Ana prometeu que, se tivesse um filho, ela o levaria para morar e trabalhar no Tabernáculo. Deus respondeu a oração dela, e assim, teve um filho e lhe deu o nome de Samuel. Quando ele tinha três ou quatro anos, Ana fez o que tinha prometido e levou Samuel para servir a Deus no Tabernáculo. O sacerdote mais importante do Tabernáculo se chamava Eli. Os dois filhos dele também eram sacerdotes e trabalhavam lá. Lembre-se de que o Tabernáculo era um lugar para adorar a Deus. Então, as pessoas tinham de fazer coisas boas naquele lugar sagrado. Mas os filhos de Eli faziam muitas coisas erradas, e Samuel via o que eles faziam. Eli deveria ter castigado os dois e não ter deixado mais que eles trabalhassem no Tabernáculo. Mas ele não fez o que deveria, e Deus não gostou nada disso. Então, o Supremo Pai decidiu castigar Eli e seus dois filhos.

Deus disse a Samuel: ‘Diga a Eli que Eu vou castigar a família dele por causa das coisas erradas que eles estão fazendo.’ Não foi fácil para Samuel contar isso para Eli! — Samuel ficou com medo, mas fez o que Deus mandou. Tudo o que Ele disse aconteceu. Os dois filhos de Eli foram mortos, e Eli também morreu.

Assim, foi confirmado o ministério profético de Samuel,  e o Senhor era com ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair em terra. Todo o Israel, desde Dã até Berseba, reconheceu Samuel como profeta de Deus, e continuou o Senhor a aparecer em Siló, enquanto por Sua palavra se manifestava ali a Samuel.

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar