DestaqueVariedades

Josué e os Muros de Jericó – A Cidade foi Destruída

Por que caíram os muros de Jericó? Até parecem ter sido atingidos por uma bomba. Mas, naqueles dias, não havia bombas; nem mesmo canhões. É outro milagre do Deus de Israel. Sempre é bom refletir sobre este acontecimento nos dias de Josué, o sucessor de Moisés. Josué recebeu a ordem divina para atacar: ‘Você e seus guerreiros devem marchar em volta da cidade. Façam isso uma vez por dia, durante seis dias. Levem consigo a arca da aliança. Sete sacerdotes devem ir à frente e tocar suas buzinas.”

‘No sétimo dia, devem marchar em volta da cidade sete vezes. Daí, toquem alto as buzinas, todos dando um grande grito de guerra. E os muros vão cair por terra!’ Esta foi a ordem expressa do Deus Altíssimo.

Josué e o povo fizeram como Jeová mandou. Durante a marcha, todos ficaram quietos. Ninguém falou. Só se podia ouvir o som das buzinas e as pisadas dos pés. Os inimigos do povo de Deus em Jericó devem ter ficado com medo. Raabe fez o que os dois espiões lhe mandaram. A família dela ficou lá dentro, observando.

No sétimo dia, após marcharem sete vezes em volta da cidade, tocaram-se as buzinas, os combatentes gritaram e os muros caíram. Josué disse então: ‘Matem a todos e queimem a cidade. Queimem tudo. Apenas a prata, o ouro, o cobre e o ferro devem ser entregues ao tesouro da tenda do Deus de nosso coração.’

Josué disse aos dois espiões: ‘Vão à casa de Raabe, e tirem-na de lá com sua família.’ Assim, Raabe e sua família foram salvos. “Foi pela fé que os muros de Jericó desmoronaram, depois de se lhes haver dado a volta durante sete dias”. (Hb 11, 30). Esta breve frase estabelece um nexo entre a fé dos israelitas e a conquista de Jericó; foi aquela que de Deus obteve esta. Verdade é que entre a atitude de fé dos hebreus que assediaram Jericó e a conquista da cidade medearam os desfiles de sete dias. Tais cerimônias foram prescritas pelo Senhor, não, porém, como se Javé visasse ensinar aos Seus fiéis um estratagema bélico, a manobra adequada. Foram inculcadas primariamente para que os filhos de Israel tivessem ocasião de exercer a sua fé, praticando aqueles artifícios, cujo valor militar é incerto e não importa muito no caso. Os hebreus, antes de tudo, professavam crer no Auxílio de Deus, que dispensa máquinas de guerra desde que Ele queira realizar algum desígnio. Depois de ter experimentado essa fé, o Deus recompensou-a com retumbante vitória.

As manobras dos hebreus em tomo de Jericó têm primariamente o significado de um testemunho da fé que Deus exigia de seu povo. A sua finalidade imediata era provocar um bem de ordem espiritual numa gente rude como Israel, ou seja, excitar uma sincera atitude espiritual perante o verdadeiro Deus. A resposta do Altíssimo ao seu povo consistiu certamente numa intervenção poderosa, cujos pormenores não é possível descrever com exatidão, visto que o texto sagrado não fornece os elementos para todos detalhes.

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar