DestaqueVariedades

As Viagens de Abraão

Ur dos Caldeus ficava ao sul do Iraque. Ali nasceu o Pai Abraão no ano 1948 a.C. É um personagem bíblico citado no Gênesis a partir do qual teriam se desenvolvido três grandes vertentes religiosas da humanidade: o judaísmo, o cristianismo e o islamismo. Até hoje, os arqueólogos não encontraram nenhuma prova da existência de Abraão, embora tenham sido, recentemente, encontradas aldeias com nomes dos familiares de Abraão (seu avô e seu bisavô, Naor e Serugue) numa área da atual Turquia, identificada como a região de Harã. É o primeiro dos Patriarcas bíblicos e fundador do monoteísmo dos hebreus.

Ur, a cidade natal de Abraão, ficava localizada às margens do rio Eufrates. Ele passou a infância nesse agitado centro de comércio, antes de migrar para Canaã. Ur estava localizada na parte sul da Mesopotâmia, onde hoje fica o Iraque. Essa região era conhecida como Suméria, habitada pelo povo sumério. Posteriormente, os babilônios passaram a dominar a região e, em seguida, os assírios. Depos, vieram os gregos e os romanos. Abraão empreendeu muitas viagens, saindo de Ur, passando por Hará, até chegar a Canaã.

Quando viajou de Ur para Canaã, o herói da fé seguiu o arco do Crescente Fértil, uma grande faixa de terra com formato de arco, onde o solo fértil e a abundância de água podiam ser encontrados em meio a um vasto deserto. O Crescente Fértil se estendia desde o nordeste de Ur até a área de Hará, cidade em que Abraão viveu durante algum tempo, quando estava a caminho de Canaã. Mais tarde, após a conquista, a região passa a ser chamada de Israel. Vários rios supriam a região, fornecendo água para vinhas, campos e jardins. Os rios eram muito importantes para viagens e comunicações, ajudando a formar e unificar os antigos impérios.

Com a fome que apertava, Abraão foi forçado a deixar Canaã e migrar-se para o Egito. Quando Abraão disse ao Faraó do Egito que Sara era sua irmã, não foi uma mentira, como muitos querem insinuar. Realmente, ela era sua meia-irmã. Ambos eram filhos de Tera, mas as mães eram diferentes. Embora o texto bíblico não mencione o nome de suas mães, fica claro que o casal não tinha a mesma mãe. Abraão falou a verdade ao rei egípcio!

Abraão enfrentou em Canaã o problema da fome, o que não é bom prá ninguém. As pessoas ricas podiam comprar alimentos de nações estrangeiras, mas os pobres sobreviviam com a pouca comida que podiam apanhar nos campos. Também os exércitos que invadiam a terra na época da colheita, tomavam o suficiente para sí mesmos e destruíam os campos, deixando cidades e aldeias sem alimentos. O motivo de sua viagem à Terra dos Faraós.

Para concluir, Pai Abraão teve de abandonar seu lar e seus parentes na próspera Ur, para nunca mais voltar. A pé, e por meio de transporte primitivo, ele percorreu uns 960 km até Harã. Em 14 de nisã de 1943 AEC, ele cruzou o rio Eufrates e seguiu para o sul. Chegou finalmente ao coração de Canaã, depois de uma jornada que totalizou uns 1.650 km. Fez todas as viagens necessárias porque era homem de coragem e sobretudo obediente à ordem de Deus.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar