DestaqueVariedades

A Transfiguração – Visão da Glória de Deus

Pouquíssimos exegetas e pregadores modernos arriscam falar sobre este tão empolgante assunto – a transfiguração de Jesus e a aparição de Moisés e Elias no evento majestoso. Para entender a dimensão desta mensagem, é preciso muita atenção, e sobretudo, a criatura humana necessita de muita graça, o favor imerecido de Deus. Enquanto Jesus está ensinando as pessoas na região de Cesareia de Filipe, que fica a uns 25 quilômetros do monte Hermom, Ele fala algo inesperado aos Seus discípulos: “Digo-lhes a verdade: Há alguns dos que estão aqui que de modo algum provarão a morte antes de verem o Filho do Homem vir no seu Reino.”

Talvez os discípulos se perguntem o que Jesus quer dizer com isso. Cerca de uma semana depois, Ele leva Pedro, Tiago e João até um monte alto, sendo já noite, pois os três homens estavam com sono. Enquanto orava, Jesus ficou transfigurado diante deles. Eles viram o Seu rosto brilhar como o sol e Suas roupas se tornaram tão brancas e brilhantes como a luz.

Naquele momento, dois homens são identificados como Moisés e Elias, quando aparecem. Eles começaram a conversar com Jesus sobre “a partida dele”, que aconteceria em Jerusalém.  Essa partida evidentemente se referia à morte e ressurreição de Jesus, das quais Ele havia falado há pouco tempo. Essa conversa prova que, ao contrário do que Pedro disse, a morte humilhante de Jesus seria inevitável. Agora bem acordados, os três discípulos ficaram maravilhados com o que viram e ouviram. Embora fosse uma visão, ela parecia tão real que Pedro começou a se envolver, dizendo: “Rabi, é bom que estejamos aqui. Vamos armar três tendas: uma para o Senhor, uma para Moisés e uma para Elias.”

Enquanto Pedro falava, uma nuvem luminosa os encobriu, e uma voz vinda da nuvem disse: “Este é meu Filho, o amado, a quem eu aprovo. Escutem-nO.” Ao ouvirem a voz de Deus, os apóstolos ficaram com medo e se lançaram com o rosto no chão, mas Jesus lhes disse: “Levantem-se. Não tenham medo.” Os três apóstolos se levantaram e só viram Jesus, pois a visão desapareceu. Enquanto desciam o monte na manhã seguinte, Jesus ordenou: “Não contem essa visão a ninguém, até que o Filho do Homem seja levantado dentre os mortos.”

Os apóstolos ficaram em dúvida sobre a aparição de Elias na visão. Por isso, perguntaram: “Por que os escribas dizem que Elias tem de vir primeiro?” Jesus respondeu: “Elias já veio e eles não o reconheceram.” Para os mais entendidos, o Mestre Jesus se referia a João Batista, que representava Elias no evento da Transfiguração no monte Tabor. Assim como Elias preparou o caminho para Eliseu, João Batista   fez o mesmo, como precursor de Jesus, enquanto pregava no deserto.

.Enquanto estavam no monte, os discípulos foram testemunhas oculares do seu esplendor da glória divina. Os fariseus queriam um sinal para provar que Jesus era o Rei escolhido de Deus, mas Ele não lhes deu nenhum. No entanto, os discípulos viram na transfiguração a imensa glória de Deus, confirmando profecias sobre o Reino.

Conclusão – Jesus pedia a seus discípulos que guardassem sigilo, por causa da incompreensão dos homens da época, os quais ainda não estavam preparados para compreenderem tudo quanto Jesus fazia ou ensinava. Era preciso que o tempo lhes fosse aumentando o cabedal de conhecimentos espirituais, a fim de aprenderem o significado das palavras e dos atos de Jesus. Caso os discípulos espalhassem certas particularidades que o Mestre lhes mostrava, possivelmente surgiriam dúvidas, confusão e mesmo até o descrédito de sua missão.

 

Here is a collection of places you can buy bitcoin online right now.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar