DestaquePolicial

PC prende 7 acusados de participação de tentativa contra agente penitenciario.

Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal realizaram ação na manhã desta segunda-feira para prender acusados de envolvimento na tentativa de homicídio contra um agente penitenciário em Naviraí.

Após a rebelião ocorrida na Penitenciária de Segurança Máxima da cidade de Naviraí, no dia 04 de agosto, que, em tese, teria sido liderada por integrantes da facção criminosa conhecida como Primeiro Comando da Capital (PCC), passaram a ser registrados diversos crimes graves na cidade de Naviraí, cuja autoria era invocada pela referida organização criminosa.

Dentre esses crimes, no dia 31 de agosto de 2016, quatro homens, que estavam em duas motocicletas, na Avenida Ponta Porã, em frente à Creche Eva de Moraes, efetuaram diversos disparos com arma de fogo, contra o agente penitenciário Enderson Antônio Bogas Severi, que foi atingido por vários projéteis balísticos, mas não veio a óbito pelo imediato socorro recebido.

Durante diligências realizadas logo após o crime, as forças de segurança local identificaram e efetuaram as prisões de Edson dos Santos Bonfim “Perturbado” e Lucas da Silva Pimentel “Monstrinho”, os quais confirmaram terem sido os condutores das motocicletas utilizadas para a prática da tentativa de homicídio do agente Enderson.

Durante as investigações, descobriu-se que, dias antes do atentado praticado contra o Agepen, havia sido realizada uma reunião na casa de Cláudio Peralta Bernal “Peralta” para tratar desse crime, da qual, dentre outras, teriam participado as pessoas de Fabiano Nere Santana, Cleberton Franco da Silva vulgo “Barcelona”, Edson dos Santos Bonfim, Lucas da Silva Pimentel, Lukas Matheus Maciel “Babilônia”, Emanoel Henrique Look de Souza “Sombra”, Jeferson Xavier Pereira “JP”, Lucas Alison da Silva “Vovozona”, Julio Cesar de Souza Rocha “Paraguai”, Lucas Lima Ditadi “Macarrão”, Cláudio Peralta Bernal, Claudemir da Silva Espíndola “Gonha” e mais dois adolescentes

Segundo foi apurado, Fabiano e Cleberton estavam no banco do “carona” das motocicletas conduzidas por Edson e Lucas Silva Pimentel, e foram eles que efetuaram disparos contra a vítima. Ambos tiveram suas prisões preventivas decretadas e estão foragidos.

Diante da identificação dessas pessoas, representou-se pela prisão preventiva dos imputáveis e pela apreensão dos adolescentes.

Após serem expedidos os mandados de prisões e apreensões, as forças de segurança local (Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal), no dia 06 de outubro de 2016, efetuaram as prisões de Cláudio Peralta Bernal e Claudemir da Silva Espíndola, pois, em razão da estrutura dos mesmos, havia a possibilidade deles fugirem caso a operação fosse deflagrada e os mesmos não fossem localizados.

Também foi cumprido o mandado de prisão de Lucas Lima Ditadi, o Macarrão, que já estava preso na cidade de Campo Grande-MS, pela prática de outro crime.

Nesta segunda-feira, 10 de outubro, por volta das 10 horas, foi deflagrada a operação, que contou com a participação das forças de segurança local (PC, PF, PM e PRF), para efetuar as prisões e apreensões dos demais envolvidos nos crimes, ocasião em que foram efetuadas as prisões de Lukas Matheus Maciel, Emanoel Henrique Look de Souza, Jeferson Xavier Pereira, Lucas Alison da Silva e Julio Cesar de Souza Rocha, além da apreensão de um adolescente infrator.

As diligências agora prosseguirão para efetuar as prisões dos demais envolvidos no crime, que ainda não foram localizados, sendo que até a data de hoje foram presos 10 homens maiores de idade e foi apreendido um adolescente infrator, todos identificados como autores ou partícipes dos crimes de homicídio tentado contra agente da segurança pública (crime hediondo), organização criminosa armada e com participação de adolescente, entre outros delitos.

Quem tiver informações sobre o paradeiro dos foragidos Fabiano Nere Santana vulgo “Pitbull e Cleberton Franco da Silva vulgo “Barcelona”, podem informar na Delegacia de Polícia mais próxima, ou ligar para Delegacia de Naviraí, (67) 3461-1215, ou ainda para o número 190 da Polícia Militar.

(**Com informações do SIG da Polícia Civil de Naviraí)

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar