sábado,
13/07/2024
Mais
    InícioNotíciasBrasil / MundoFernando Rufino garante ouro nas Paraolimpíadas de Tóquio

    Fernando Rufino garante ouro nas Paraolimpíadas de Tóquio

    Nesta sexta-feira (3), o atleta olimpico sul-mato-grossense Fernando Rufino, conquistou alcançou o marco histórico para o Brasil, trazendo a primeira medalha de ouro da história da canoagem brasileira em uma edição da Paralimpíada nesta sexta-feira (3). Rufino é morador da cidade de Itaquiraí e foi campeão na categoria VL2 da canoagem de velocidade das Paralimpíadas de Tóquio, com o tempo de 53,077s, seguidos por Steven Haxton (EUA) em segundo e Noberto Mourão (POR) em terceiro.

     

     

    Rufino é conhecido como “Cowboy de Aço”, o vulgo é carregado pelas superações em sua vida, e também por escapar da morte por três vezes. Aos 21 anos, na profissão de peão de rodeio, teve sua cabeça pisoteada após cair de um touro, o que gerou uma fratura em seu maxilar. Na segunda ocasião, foi atingido por um raio enquanto estava na casa de seus pais.

    Por fim, um acidente de ônibus que o deixou com uma sequela permanente. Ao viajar em um ônibus sofreu uma lesão na medula óssea, o que o deixou paraplégico. O acidente ocorreu devido o veíulo estar com sua porta aberta, quando, de repente, escorregou e caiu do ônibus, sendo atropelado.

    Uma pessoa normalmente ficaria cabisbaixa com tal situação, não o “Cowboy de Aço”. Enquanto internado em um hospital em Brasília, lhe foi apresentado o paradesporto, sendo destacada a presença dele em algumas modalidades, como: arremesso de peso, basquete em cadeira de rodas, lançamento de dardo e paracanoagem. Cabe ressaltar a colaboração do Governo do Estado de Matoo Grosso do Sul, isso por que contribuiu para a evolução como atleta de Rufino, através do Bolsa Atleta.

    Rufino é um exemplo de superação e orgulho para os cidadãos sul-mato-grossense, atualmente ele é campeão mundial tanto do KL2 quanto do VL2, títulos que renderam a ele a vaga para disputar as Paralimpíadas.

    Mais Lidas