Brasil / MundoDestaqueNotíciasOutros DestaquesPolíticaVariedades

MS começa semana com 90 vagas de UTIs Covid disponíveis e ocupação em 85%

São 526 pessoas internadas em estado grave da Covid-19 no Estado

Mato Grosso do Sul começou o dia e a semana com 88% de ocupação e no final desta segunda-feira (10), a lotação das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) Covid-19 está em 85,48%. São 90 vagas disponíveis para novas internações em todo o Estado.

Assim, a Covid-19 deixou 526 pessoas em estado grave da doença e estão internados nas UTIs do Estado. Os dados são do Painel Mais Saúde, alimentado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) e atualizado às 18h10.

Além de UTIs, MS possui leitos clínicos para tratar, exclusivamente, de pacientes da Covid-19. São 55,07% de lotação de hoje nestes espaços. Então, são 663 pessoas em estado grave da doença.

Com isso, restam 541 outras instalações em Campo Grande para atender pacientes com Covid-19. As quedas de internações são principalmente pela ampliação dos leitos.

Na última sexta-feira (7), o Estado já havia alcançado os 88% de lotação, que apesar de maior que nesta segunda-feira (10), foi um dos melhores índices dos últimos meses.

De acordo com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), MS é um dos estados que mais preocupa a fundação. Na última semana epidemiológica, o Estado era o que tinha maior ocupação das UTIs e estava em superlotação.

Assim, a Fundação é preciso aceleração da vacinação, a manutenção do distanciamento físico com pessoas fora da convivência domiciliar, o cuidado com a higiene frequente das mãos e o uso de máscaras adequadas de forma apropriada. Os pesquisadores ainda fizeram um apelo para a sociedade.

“São regras mínimas para o estabelecimento de qualquer convívio social. Certamente, para além dos muitos óbitos por Covid-19 e outras condições, são imensuráveis as repercussões do quadro dramático que se colocou e persiste, redundando em atendimentos de necessidades por outras condições de saúde postergados, agravamento de problemas de saúde na população, por consequência, e desafios ainda não dimensionados, tais como a síndrome pós-Covid-19. O horizonte precisa ser a eliminação da Covid-19, ainda que se esteja ainda na luta pelo seu controle”, ressaltam.

 

Fonte: Midiamax

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar