domingo,
21/07/2024
Mais
    InícioDestaqueCasa do Trabalhador de Naviraí busca parcerias para captar vagas de empregos

    Casa do Trabalhador de Naviraí busca parcerias para captar vagas de empregos

    A Casa do Trabalhador (CT) de Naviraí está buscando a captação de vagas de empregos junto aos setores do comércio, indústria, agroindústria e demais segmentos da economia. Para viabilizar a inserção de mão de obra no mercado de trabalho, a Casa do Trabalhador lançou recentemente a campanha por novas parcerias.

     

    Vinculada à Prefeitura de Naviraí através da Gerência Municipal de Assistência Social, ao Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda de Mato Grosso do Sul, a Casa do Trabalhador atua visando o desenvolvimento local e à inclusão produtiva e social da população.

     

    Na prática o órgão atua nas intermediações de empregos, na orientação profissional, habilitação ao Seguro Desemprego e Apoio à Geração de Emprego e Renda. “Para obtermos êxito e aprimorarmos o atendimento na oferta de nossos serviços aos usuários, precisamos colocar à disposição o maior número possível de empregos, nas mais variadas funções. É neste prisma que estamos trabalhando”, afirma Vera Lúcia Dantas da Rocha (Gestora da Casa do Trabalhador).

     Casa do Trabalhador de Naviraí busca parceria para gerar empregos formais com carteira assinada.

    Para incrementar a busca por vagas de trabalho a Casa do Trabalhador está se comunicando com os empregadores através de ofício, via e-mail navirai@funtrab.ms.gov.br, telefone (67) 3461-3894, além de realizar os atendimentos diretamente em sua sede, na Rua dos Jardins, 615, no centro de Naviraí.

     

    “Tomamos a iniciativa de solicitar e convidar a parceria junto aos empregadores. Para facilitar, enviamos o formulário de cadastro de vaga formal a fim de formalizarmos a proposta de emprego. Tudo pode ser feito pela internet, por e-mail, por telefone ou diretamente na Casa do Trabalhador, das 7h às 13h”, explica Vera Rocha.

     

    “A utilização dos serviços oferecidos pela CT não acarreta nenhuma despesa financeira aos empregadores e empregados. Aliás, também fazemos a cedência de espaço físico às atividades inerentes ao processo seletivo. O que fazemos é garantir que os novos postos de trabalho sejam colocados à disposição do cidadão e, sobretudo, sejam preenchidos”, pontua a gestora da CT.

     

    Fonte: Roney Minella – Jornalista DRT/MS nº 1.432

    Mais Lidas