quarta-feira,
24/07/2024
Mais
    InícioNotíciasHomem vai do Paraná à Holanda para reencontrar a primeira namorada após...

    Homem vai do Paraná à Holanda para reencontrar a primeira namorada após 72 anos

    O holandês Klaas Prins, que vive em Carambeí, nos Campos Gerais do Paraná, esperou 72 anos até reencontrar e ficar com o primeiro amor. Na adolescência, ele conheceu Geerte Valk, que foi trabalhar com os pais dele. Mas as circunstâncias da vida os separaram e eles só se viram de novo com a ajuda de um programa de televisão.

    Os dois se conheceram na década de 1940. Logo se apaixonaram e quase chegaram a namorar por cerca de um ano e meio. Klaas foi estudar em outra cidade e acabou servindo ao exército holandês, durante a 2ª Guerra Mundial. “[Servi] lá na Holanda seis meses. E daí, mandaram a gente para a Indonésia”, lembra.

    Enquanto ele estava na guerra, Geerte voltou para a casa dos pais, a 180 quilômetros de distância de onde o namorado iria morar ao voltar das batalhas. À época, o acesso entre as cidades holandesas e também o serviço de correio ainda era precário. O casal apaixonado acabou se afastando.

    Geerte se casou com outro homem, teve filhos e seguiu a vida na Holanda. Klaas noivou e veio ao Brasil. Em Carambeí, formou família e viveu com a mulher e os filhos, até ficar viúvo. A distância, no entanto, nunca afastou o carinho que um tinha pelo outro.

    “Ele sempre esteve no meu coração, no fundo do meu coração”, lembra Geerte, afirmando que sonhava com o antigo amor.

    Depois da viuvez, as lembranças que Klaas tinha da ex-namorada ficaram ainda mais fortes. Ao ver um filme que contava uma história da 2ª Guerra, ele teve a ideia de escrever para um programa de televisão holandês, que ajuda pessoas a se encontrarem.

    Junto com a filha e o genro, o ex-combatente viajou até a Holanda e reencontrou a ex-namorada. Logo depois de um abraço, os dois voltaram a se beijar, depois de 72 anos.

    Mais Lidas