DestaquePolítica

Supremo ordena buscas contra ministro do TCU e deputado Marco Maia

Vital do Rêgo, ex-senador do PMDB e ex-presidente da CPI da Petrobras, e deputado Marco Maia (PT-RS), ex-relator da comissão, são investigados na Operação Lava-Jato

A Polícia Federal saiu às ruas nesta segunda-feira (5/12) para cumprir ordens de busca e apreensão contra o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo Filho, ex-senador pelo PMDB-PB, e o deputado Marco Maia (PT-RS). A ação foi autorizada pelo ministro-relator da Operação Lava-Jato, Teori Zavascki. Os policiais são auxiliados pela Procuradoria Geral da República (PGR) no cumprimento dos mandados.
Como revelou o site do Correio em 3 de outubro, um dos acionistas da construtora OAS Léo Pinheiro entregou ao juiz Sérgio Moro documentos que, segundo ele, comprovariam que Vital recebeu propina dele para proteger empreiteiros nas CPIs da Petrobras de 2014, presididas pelo então senador. Em depoimento ao Moro, o executivo disse que também pagou propina a Maia, que era relator da comissão de inquérito.
Léo Pinheiro foi condenado pelo juiz junto com o ex-senador Gim Argello (ex-PTB-DF) por corrupção, sob acusação de pagar subornos ao político do Distrito Federal que era vice-presidente da CPI mista.
O ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT-MS), que fechou acordo de delação premiada, também afirmou que Vital e Maia estiveram envolvidos em pagamento de propina em meio às comissões de inquérito da Petrobras em 2014.
Vital e Marco Maia são investigados em inquérito na Operação Lava-Jato. A reportagem ainda não os localizou, mas eles têm negado as acusações.
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar