DestaqueVariedades

Israel em Canaã – A Terra Repartida

Terra de Israel é a região que, segundo o Tanakh, a Bíblia judaica, foi prometida por Deus aos descendentes de Abraão através do seu filho Isaque e aos hebreus, descendentes de Jacó, neto de Abraão. Constitui, pois, a Terra Prometida, parte do pacto feito com Abraão, Isaque e Israel, e, segundo a tradição hebraica, a promessa é válida para todos os judeus, inclusive os descendentes dos convertidos.

De acordo com a tradição religiosa, a Terra de Israel era habitada por diversos povos semitas, referidos como cananitas ou cananeus. Os hebreus, que possivelmente constituíam um desses muitos povos, desenvolveram uma crença monoteísta e o conceito de nação escolhida por Deus, o que fica explícito no livro de Bereshit (Gênesis), quando Deus promete eliminar os povos da região de Canaã, como punição pelos pecados acumulados, e transferir as terras dos cananeus a Abraão e sua descendência, como recompensa à sua fidelidade.

Com o êxodo do povo de Israel para o Egito e o início das guerras de conquista de Canaã, o território foi sendo ocupado pelos hebreus, ainda que muitas nações não tivessem sido exterminadas, tal como teria sido prometido. Provavelmente, no período tribal, os hebreus envolveram-se continuamente em guerras de conquista, e seu território só alcançaria o “tamanho final” na época da monarquia de Davi e Salomão.

Já antes de sua morte, Moisés tinha nomeado Josué para levar o povo à Terra Prometida. Agora, a ordem de Deus para Josué, era “esforça-te e tem bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei que daria a seus pais.” Josué conduziu os israelitas pelo rio Jordão, no ponto oposto à cidade de Abel-Sitim, assentando acampamento em Gilgal. Josué administrou suas campanhas militares no sul de Canaã, e ali perto estava Jericó, antiga cidade murada, onde se obteve a primeira vitória na Terra Prometida, com a sua destruição, e posteriormente, os gibeonitas assinaram um tratado de paz com os israelitas.

Para contrapor-se à batalha de Ai, o rei de Jerusalém firmou uma coalizão com reis de Hebrom, Jarmute, Laquis, atacando Gibeão. O exército de Josué entrou em ação para defender Gibeão, e assim, perseguiu os inimigos de Maquedá. Soldados inimigos foram mortos por enormes granizos e, depois da batalha, o sol parou no meio do céu por quase um dia inteiro. Os israelitas continuaram a vencer de forma espetacular, conquistando a região montanhosa no sul e chegaram às fronteiras da Filístia.

A partir destas consecutivas vitórias do povo israelita, os territórios conquistados foram repartidos por sorte às tribos israelitas como herança. Os cananeus, com seu armamento superior, sobretudo carros de ferro, continuaram a prevalecer nas regiões das planícies. Quando a terra foi dividida entre as tribos de Israel, restaram algumas cidades a conquistar, tendo o povo israelita de conviver lado a lado com os cananeus.

 

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar