DestaqueNotíciasPolicialVariedades

Polícia investiga advogado suspeito de estuprar filha de 10 anos

Menina teria contado que o pai costumava passar as mãos em seu corpo

A Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) investiga um advogado de 59 anos, suspeito de estuprar a filha de 10 anos, em Campo Grande. A menina já teria passado por atendimento psicossocial e relatado que os abusos acontecem há muito tempo.

A mãe da menina contou que começou a perceber algumas mudanças no comportamento da criança mesmo antes da separação do casal, que aconteceu em novembro de 2019, mas acreditava que seria rebeldia de criança, já que quando questionava a menina ela não dizia nada.

Após a separação, o comportamento piorou e a menina acabou sendo levada para acompanhamento psicológico, principalmente, depois de não querer mais fazer visitas ao pai. “Ela tinha repulsa quando falava em visitar o pai”, disse a mãe, que relatou que em uma das visitas quinzenais, a criança chegou a vomitar e ter diarreia.

Quando a mulher chegou a questionar o ex-marido sobre o comportamento da filha, ele disse que não sabia o que estava acontecendo. A menina só acabou relatando que estava sendo estuprada pelo pai nas sessões de terapia. Ela contou que o pai a abusava ainda quando era casado com sua mãe, e que o advogado passava as mãos em seu corpo.

Um boletim de ocorrência foi registrado pela mulher no dia 17 deste mês. Após o registro da ocorrência, ela teve de fazer outro registro na delegacia já que passou a ser ameaçada pelo filho do casamento anterior de seu ex-marido. O irmão de sua filha de 27 anos chegou a invadir o consultório onde a menina estava sendo atendida na tentativa de levar a garota embora.

“Nunca desconfiei dele, era uma pessoa acima de qualquer suspeita. Era pai da minha filha”, disse a mulher que chegou a achar que os abusos teriam sido cometidos por um primo ou irmão da filha, que negou afirmando que seu pai que havia estuprado ela.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar