DestaqueVariedades

A CIÊNCIA E A CAÇA AOS FANTASMAS

Albert Einstein (1879-1955), uma das maiores mentes que o mundo conheceu, nos ensinou que a energia não pode ser criada ou destruída

Quando os cientistas desmascaram fantasmas, sua primeira declaração é geralmente, “não há nenhuma prova científica da existência de fantasmas.” Isso está errado. Não há prova científica. A Ciência ainda tem teorias que explicam que alguma coisa deve estar acontecendo além do que sabemos e o que podemos ver. Isso é de fato motivo para perceber a “caça aos fantasmas” como uma necessidade para a compreensão da atividade paranormal! “Albert Einstein (1879-1955), uma das maiores mentes que o mundo conheceu, nos ensinou que a energia não pode ser criada ou destruída. Ela só pode ser alterada a partir de uma forma de energia em outra forma de energia. Isso significa que o que é feito de energia não pode ser destruído.

Os seres humanos têm tanta energia elétrica quanto elementos químicos em nossos corpos. Estamos organicamente projetados para transportar nossos sistemas cerebrais e nervosos eletricamente carregados. Quando morremos, nossos corpos químicos começam a quebrar e se decompor. A nossa parte física/orgânica, volta a terra – energia transformando-se em uma forma diferente de energia como a lei de Einstein diz. Então, o que acontece com a energia elétrica que flui através do nosso cérebro? Ela não pode simplesmente desaparecer ou desaparecer da existência. Isso quebraria as leis da ciência. Essa energia tem de ainda estar em algum lugar só que agora mudou para uma forma diferente de energia. O que acontece com a energia é realmente determinada pela fé pessoal. Ninguém sabe exatamente o que espera além desta vida. O que sabemos, graças à ciência, é que a energia pulso elétrico em cada ser humano sempre vai existir porque, como regra, “não pode ser destruído.”

Outro grande cientista que acredita na vida após a morte era Thomas Edison (1847-1931). Edison era um gênio à frente de seu tempo. Ele inventou a lâmpada elétrica, fonógrafo, máquina de escrever, motor elétrico, cotações da bolsa, e outras 1093 invenções patenteadas. Uma das invenções que ele trabalhou no final de sua carreira foi um projeto secreto, uma máquina que iria deixar os vivos ver e se comunicar com as almas dos mortos.

Edison acreditava que a alma era composta por que ele se referia como “unidades de vida”. Essas partículas microscópicas ou unidades de vida poderiam se reorganizar em qualquer forma. Elas mantinham toda a memória, personalidade e eram indestrutíveis. A Máquina de Edison detectaria essas unidades de vida no meio ambiente e permitia que os vivos se comunicassem com os mortos. Ele colocou muitos anos de trabalho duro para sua nova criação, mas, infelizmente, ele morreu antes de ter sido terminado. Alguns chamaram Edison de louco. Outros pensavam que ele estava em algo maior do que a idéia da lâmpada. Eles acreditavam que, se ele tivesse tido um pouco mais de tempo, poderíamos hoje estar vivendo em um mundo muito diferente .

Foi constatado que em quase todos as assombrações com fantasmas e poltergeists, existem certos elementos elétricos no trabalho. Usando detectores EMF, caçadores de fantasmas podem monitorar estas forças elétricas. Estes dispositivos podem examinar e registrar até mesmo a menor oscilação no campo eletromagnético circundante. Tudo exala uma espécie de campo eletromagnético, mesmo nossos próprios corpos. Aparelhos elétricos, como televisores e computadores emitem distorções maiores que uma lâmpada ou uma torradeira faria. Quando os fantasmas estão presentes há altos níveis de distorções eletromagnéticas. Muitas vezes, as distorções são tão altas que elas interferem com a capacidade de trabalho dos sistemas de computadores e equipamento de áudio / vídeo. Altos níveis de eletricidade estática , também são detectáveis.

A gravação de mudanças de temperatura é outra forma científica de detectar a presença de fantasmas. Flutuações de mais de 10 graus foram registradas em pequenas áreas de quartos com temperaturas constantes. É um fato científico que tem que haver alguma forma de energia presente para alterar a temperatura. Temperatura não muda a menos que “algo” está afetando de um jeito ou de outro. Em muitos avistamentos de fantasmas, testemunhas relatam terem sentido frio no local. Isto poderia ser causado pelo fato de que a luz parece não refletir corretamente fora da maioria dos fantasmas, que também dá -lhes uma forma escura. A luz parece ser absorvido pelo fantasma. A teoria é que os fantasmas absorvem luz e energia térmica fazendo com que a área geral em torno do fantasma seja de vários graus mais frio. Há também, na minoria dos casos, pontos quentes registrados, o que poderia ser justamente o contrário ocorrendo. Em vez de absorver a luz e o calor, o fantasma está refletindo de volta, fazendo com que a área seja mais quente.

Estas flutuações eletromagnéticas inexplicáveis ​​e mudanças de temperatura são evidência científica de que algo está acontecendo. Os fantasmas são reais.

Os Mortos

A visão tradicional de fantasmas é que eles são espíritos de pessoas mortas que por algum motivo estão “presos” entre este plano de existência e no próximo, muitas vezes como resultado de alguma tragédia ou trauma. Muitos caçadores de fantasmas e psíquicos acreditam que tais espíritos podem muitas vezes não saber que estão mortos.

O veterano caçador de fantasma Hans Holzer diz: “Um fantasma é um ser humano que está fora do seu corpo físico, geralmente em um estado traumático e não tem conhecimento geralmente de sua verdadeira condição. Somos todos espíritos envolto em um corpo físico. No tempo de passagem, nosso corpo espiritual continua para a próxima dimensão. Um fantasma, por outro lado, devido ao trauma, é preso em nosso mundo físico e precisa ser liberado para ir em frente”. Os fantasmas existem em uma espécie de limbo em que assombram as cenas de suas mortes ou locais que eram agradáveis para eles na vida. Muitas vezes, estes tipos de fantasmas são capazes de interagir com a vida.

Eles são, em algum nível, consciente da vida e reagem ao que está sendo visto nas ocasiões em que se materializam. Alguns médiuns dizem ser capaz de se comunicar com eles. E quando o fazem, muitas vezes eles tentam ajudar esses espíritos a entender que eles estão mortos e para passar para o próximo estágio de sua existência.

(Fonte: http://theunexplainedmysteries.com -Tradução exclusiva para o Ignotus: Edson
Luiz Pocahi  ” Ignotus Rede Social Esotérica: http://ignotus.com.br “)

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar