quinta-feira,
16/05/2024
Mais
    InícioDestaqueDELAÇÃO ENTERRADA

    DELAÇÃO ENTERRADA

    A delação do famigerado doleiro Lúcio Funaro foi anulada pelo ministro do  Edson Fachin mês passado, contam fontes do Judiciário. Em março, a Procuradoria Geral da República e o MP entraram com o pedido junto ao gabinete do juiz. O processo corre em sigilo. Desde então, a defesa de Funaro tentou insistentemente medidas procrastinatórias, sem sucesso. O próximo passo é “enquadrar” o delator, sob risco de ele voltar à cadeia. Essa medida muda o jogo para Eduardo Cunha, um dos principais prejudicados pela delação e já absolvido. Porque abre caminho para ele processar a União. É outra derrota da Operação Lava Jato.

    Artigo anterior
    Próximo artigo

    Mais Lidas