quinta-feira,
18/04/2024
Mais
    InícioDestaquePolícia Civil de Naviraí recupera objeto furtado e indicia dois homens...

    Polícia Civil de Naviraí recupera objeto furtado e indicia dois homens pelo furto de residência e um pela receptação

    A Polícia Civil de Naviraí realizou na tarde de ontem (05), o indiciamento de dois homens por terem furtado uma residência em reforma, localizada na Rua Dinamarca, no centro da cidade da cidade. Além dos suspeitos pelo furto, a pessoa que comprou o objeto furtado também foi relacionada na ocorrência e irá responder por receptação culposa.

    O furto ocorreu ontem de manhã, terça-feira (04). Logo após terem conhecimento dos fatos, uma equipe da Seção de Investigações Gerais (SIG), do 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil) de Naviraí, iniciou a apuração dos fatos e conseguiram identificar os autores do furto qualificado e recuperar parte dos bens subtraídos.

    Foram indiciados pelo furto qualificado Moises Tiago Silva da Paz e Yuri Silva de Souza, ambos de 22 anos. Os dois indivíduos confessaram o crime e disseram que venderam os objetos subtraídos.

    Diante disso, os investigadores do SIG, em diligencias, conseguiram localizar o receptador Adriano, de 42 anos, que havia comprado uma makita, por R$ 80,00.

    O objeto foi apreendido e será devolvido à vítima. Já os autores, como não estavam mais em flagrante, não ficaram presos, mas foram indiciados pelo crime de furto.

    O furto – Para cometer o furto, os autores arrombaram a janela da cozinha da residência, por onde tiveram acesso ao interior da casa e de lá furtaram aproximadamente 100 kg de carne de porco, 01 roteador de internet, marca top link, 01 cerveja belga, 01serra mármore, marca Makita, 01 furadeira de impacto, marca Makita.

    Segundo a proprietária da casa, uma mulher de 34 anos, o imóvel está em reforma e o furto foi constado na manhã de terça-feira, quando os pedreiros chegaram no local para trabalhar. Ainda segunda a vítima a porta de um dos quartos da residência também, foi arrombada.

    Crime de Receptação – Dispõe o artigo 180, caput, do Código Penal  – Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influir para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte: Pena – reclusão, de um a quatro anos, e multa.

     

    Fonte: TaNaMídia Naviraí

    Mais Lidas