DestaquePolítica

STF julga se prefeito de MS condenado por tráfico continuará em regime semiaberto

Em julho, prefeito conseguiu decisão para cumprir pena em regime semiaberto

Julgamento de recurso do prefeito e candidato à reeleição da cidade de Aral Moreira, Alexandrino Arevalo Garcia (PSDB), que começou no dia 2 de outubro será encerrado nesta quinta-feira (8) no STF (Supremo Tribunal Federal). Condenado por associação no tráfico, ele tenta manter pena em regime semiaberto, enquanto o MPF (Ministério Público Federal) tenta reverter a decisão e fazer com que o acusado cumpra sua pena inicialmente em regime fechado.

Na época da acusação, Arevalo Garcia era vereador e foi indiciado por fazer parte de uma ação criminosa que envolvia um esquema internacional por tráfico de drogas. Ele foi apontado como o cabeça da ação e foram apreendidas toneladas de droga, durante toda a operação.

Mesmo depois do envolvimento no escândalo, o réu se tornou prefeito em Aral Moreira. Durante o mandato, foi condenado a quatro anos e oito meses em regime inicial fechado. No entanto, recorreu contra a decisão e conseguiu cumprir a pena em liberdade.

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar