DestaqueVariedades

Corpo do rabino Henry Sobel é sepultado nos EUA

Voz firme em prol dos direitos humanos, Sobel morreu na sexta-feira vítima de complicações associadas a um câncer

O corpo do rabino Henry Sobel foi sepultado na tarde deste domingo (24) no cemitério Woodbridge Memorial Gardens, em Nova Jersey, nos Estados Unidos. O religioso morreu na sexta-feira aos 75 anos em Miami, onde vivia, por complicações associadas a um câncer.

De acordo com a administração do cemitério, o enterro ocorreu às 13h15 (horário local, 15h15 de Brasília). Antes, houve uma cerimônia religiosa em uma capela de Nova York, informou a Congregação Israelita Paulista (CIP).

Nascido em Lisboa, sua mãe belga e seu pai polonês chegaram a Portugal fugindo da perseguição nazista durante a 2.ª Guerra Mundial. Ainda na primeira infância, a família de Sobel se estabeleceu em Nova York, onde ele se formou rabino. A partir de 1970, depois de se formar, ele se radicou no Brasil, onde permaneceu por mais de quatro décadas.

Defesa dos direitos humanos

Nos seus primeiros anos no Brasil, Sobel era visto como uma autoridade religiosa: dava entrevistas para explicar elementos do judaísmo, fazia cerimônias às vítimas do nazismo, entre outras atividades.

Sobel, no entanto, se tornou também uma autoridade e uma voz firme em defesa dos direitos humanos no país durante a ditadura militar.

Ele teve destaque na luta pelo esclarecimento da morte do jornalista Vladimir Herzog, também de origem judaica, ocorrida quando este ficou detido pelos órgãos de repressão da ditadura, em São Paulo, em 1975.

 

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar