sábado,
13/04/2024
Mais
    InícioDestaqueSegurança de fronteira pode ter fundo próprio de recursos

    Segurança de fronteira pode ter fundo próprio de recursos

    Maior rota do tráfico internacional de drogas da América Latina, Mato Grosso do Sul sofre com o avanço das facções criminosas nas fronteiras com a Bolívia e o Paraguai, portas de entrada da cocaína e maconha que transitam no Brasil.

    Por esse motivo, buscando uma alternativa de financiamento para estratégias de repressão a esse tipo de crime, no próximo dia 27, o governador Reinaldo Azambuja se reúne com o presidente Michel Temer em Rio Branco (AC), para discutir a criação do fundo nacional de segurança pública.

    O objetivo é fortalecer principalmente as ações das polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF), bem como dar condições para que as Forças Armadas tenham mais presença nessas regiões, a exemplo do que ocorria por ocasião da realização da Operação Ágata.

    Também deverão participar do encontro no Acre Raquel Elias Ferreira Dodge, atual procuradora-geral da República do Brasil, o senador Eunício Oliveira, presidente do Senado Federal, Carmen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), além de governadores de outros estados que também fazem fronteira.

    “A União abriu as fronteira brasileiras e agora precisa cumprir seu papel”, disse Azambuja

    Mais Lidas