DestaqueNotíciasOutros DestaquesPolicial

Menina teria sido estuprada antes de ser morta

Tábata Fabiana Crespilho Rosa, de seis anos, foi estuprada, amarrada e enterrada de cabeça para baixo com os pés fora da terra. Esta foi a cena descrita por fontes de polícia que estiveram no local onde o corpo foi encontrado.A imagem pode conter: 1 pessoa

A cada nova informação confirmada pela polícia surgem detalhes ainda mais macabros sobre o caso.

O suspeito preso pela polícia é Eduardo Leonildo da Silva, 30 anos. Ele era conhecido da família e confessou o crime.

Eduardo já tem passagem pelo mesmo crime cometido em 2010. Conforme informações divulgadas na época. Eduardo estava trabalhando em um parque de diversões que estava na cidade de Chopinzinho, no Sudoeste do estado, onde conheceu a adolescente, Ana Maria Rosenes, 15 anos.

Eles teriam mantido durante alguns dias, um relacionamento amoroso. No dia 27 de agosto de 2010 a jovem desapareceu. Dia 29 o corpo da adolescente foi encontrado em um bairro chamado Frei Vito.  Ana Maria foi morta a pedradas por Eduardo, depois que segundo ele, houve um desentendimento.

Antes de matar a vítima eles mantiveram relação sexual, porém não foi confirmado se houve consentimento de Ana Maria.

Eduardo foi condenado a seis anos de prisão em regime semi-aberto pelo crime de homicídio simples e um ano por ocultação do cadáver, já que tentou esconder o corpo.

Local onde o corpo de Ana Maria foi encontrado/ Foto: Rádio Chopinzinho

Corpo de Ana Maria / Foto: Rádio Chopinzinho

Juri de Eduardo em 2012/ Fotos: Rádio Chopinzinho

Juri de Eduardo em 2012/Foto: Rádio Chopizinho

Polícia confirma a morte da menina Tabata

POLICIA CONFIRMA A MORTE DA MENINA TABATA.A Polícia Civil confirmou a morte da pequena Tabata Fabiana Crespilho da Rosa, de 6 anos, que estava desaparecida desde terça-feira (26). O corpo da criança teria sido deixado na região do Conjunto Sonho Meu. A localização exata não foi divulgada para evitar tumulto e outros detalhes sobre a morte, como a causa, não foram ainda divulgadas.Segundo informações da Polícia Civil, Eduardo Leonildo da Silva, de 30 anos, foi preso após análise de câmeras de segurança das casas próximas da Escola Rui Barbosa, para onde a garota deveria ter ido na tarde da última terça-feira (26).Após a divulgação da notícia da prisão, pessoas foram se aglomerando na frente da 7ª SDP na noite desta quarta-feira (27) para tentarem linchar o suspeito, que teve que ser transferido. A família da menina aguarda esperançosa que ela fosse encontrada com vida. Pedras foram lançadas na delegacia, que teve a sua entrada destruída, foi preciso conter a multidão com bombas. Alguns carros da imprensa foram queimados e outros virados

Publicado por Tribuna do Povo em Quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar