NotíciasOutros DestaquesPolicial

Polícia investiga caso de adolescente que teria sido vítima de estupro coletivo, em MS

Crime teria ocorrido na madrugada de quarta-feira (30), em Corguinho. Polícia identificou três suspeitos, um deles seria professor de uma escola estadual.

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul investiga o caso de uma adolescente de 16 anos que teria sido vítima de estupro coletivo, em Corguinho. O crime teria ocorrido na madrugada de quinta-feira (30). Ninguém foi preso.

O Ministério Público Estadual (MPE) acompanha o caso e espera a conclusão do inquérito policial. De acordo com o promotor Thiago Bonfatti, o estupro teria ocorrido em uma festa realizada em uma chácara.

“A adolescente vítima seria participante dessa festa e ao final da festa, quando a maioria das pessoas já tinha deixado o local, ela foi conduzida para um quarto por três indivíduos e no local teria sido vítima do crime sexual. Ela não queria, ao que tudo indica, ter relação sexual com os três, porém foi forçada, o que caracteriza o estupro,” afirma Bonfati.

Após o crime, a jovem teria procurado o Conselho Tutelar, recebido atendimento médico e psicológico e levada a Campo Grande para fazer exames.

O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil de Corguinho. A polícia identificou os três suspeitos, que devem prestar depoimento na tarde desta quarta-feira (6).

Um dos suspeitos é professor e trabalha em uma escola estadual do município. O diretor do colégio disse que pediu informações do boletim de ocorrência à polícia para decidir o que será feito. Por enquanto, o professor continua trabalhando normalmente.

Segundo a polícia, ninguém foi preso porque não houve flagrante e o caso ainda está em investigação.

g1

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar