NotíciasPolítica

PT em MS dá calote e ex-funcionários entram na Justiça por direitos trabalhistas

Seis dos nove trabalhadores demitidos até agora pelo Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso do Sul entraram na Justiça contra a legenda para receber os direitos trabalhistas. Os funcionários reclamam que o partido não dá satisfações e sequer recolheu o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) à Caixa Econômica.

A advogada que representa os trabalhadores, Juscileide Almeida de Menezes, entrou com um pedido de tutela antecipada para que os ex funcionários recebam nos próximos dias pelo menos a parte do FGTS que foi depositada pelo PT.

A secretária de finanças do partido, Kátia Milhomem, reconhece as dívidas, mas nega que o partido não esteja dialogando com os profissionais demitidos.

”Todos eles sabem da nossa situação, inclusive muitos deles eram dirigentes. Estavam sem receber salários há meses. Em nenhum momento falamos que não iríamos pagar”, explicou a dirigente.

A solução adotada pelo partido, segundo a secretária, é o parcelamento das dívidas de R$ 318 mil junto ao INSS e R$ 120 mil com a Caixa Econômica Federal.

Porém, embora os problemas financeiros do partido venham da gestão anterior, como alega a funcionária, os ex-funcionários acusam o presidente regional da sigla, o deputado federal Zeca do PT, de desrespeitar os trabalhadores e de dar um ‘calote’ na CLT.

Kátia Milhomem informou que Zeca do PT está em São Paulo conversando com o recém-empossado secretário de finanças do partido, para propor que a direção nacional pague parte das dívidas em MS até que a sigla volte a receber o fundo, que era de R$ 73 mil mensais.

Além do processo na Justiça, os trabalhadores pretendem pedir solidariedade aos deputados estaduais do partido, à CUT (Central Única dos Trabalhadores) e cogitam até desfiliação da legenda em protesto.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar