NotíciasPolítica

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado no Senado durante toda a tarde. A proposta do Governo Federal, e que já passou pela Câmara, venceu por 50 votos a 25, e retorna para sanção do presidente Michel Temer (PMDB).

Waldemir Moka (PMDB), Simone Tebet (PMDB) e Pedro Chaves do Santos Filho (PSC) foram favoráveis ao projeto, que levou grandes embates no Congresso e manifestações, inclusive, de parlamentares nesta terça-feira.

Vários pontos da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) serão mudados a partir dessa aprovação. O texto que chegou ao Senado e foi aprovado integralmente veio da Câmara Federal, onde adendos foram feitos ao original proposto.

“Hoje foi conturbado e o problema todo foi criado por algumas senadoras que chegaram antes do presidente do Senado [Eunício de Oliveira, PMDB do Ceará] e ocuparam a mesa. Aí ficou aquele jogo de paciência, já que a atitude delas não levava a nada e havia um cronograma que a oposição participou inclusive”, comenta Moka.

O senador ainda comentou que quando a sessão foi aberta, havia o quórum necessário para o pleito, precisando a base do Governo apenas da maioria simples para aprovar a reforma. “Houve a votação e o resultado foi esse, 50 a 25”, frisa.

 

CampoGrandeNews

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar