DestaqueVariedades

Simbolismo dos Números – Os números 7 e 12 têm significados especiais

O simbolismo dos números era patrimônio da sabedoria não só dos famosos pitagóricos e platônicos da antiga Grécia, mas também dos povos orientais e, diga-se explicitamente, dos israelitas. O número por si costuma significar ordem, harmonia. É o que explica a afirmação: “Deus tudo dispôs conforme medida, número e peso. É também o que ilustra a admoestação de Jesus: “Mesmo os cabelos de vossa cabeça estão todos contados.”

Simbolismo Especial – Dentre todos os números, os ímpares gozavam de preferências, como o 3 e o 7. No entanto, o número 12 possui um significado muito especial em toda a literatura espiritualista, incluindo a Bíblia Cristã. Julgava-se em certos círculos, mormente no pitagorismo, a partir do século VI a.C., que o número um é por excelência o princípio não produzido, perfeito; o número dois, que se origina pela intervenção do vazio ou do intervalo na unidade, parecia essencialmente imperfeito. Em geral, os números pares eram considerados inferiores, moles ou femininos, quebradiços, por admitirem divisão em duas partes inteiras; ao contrário, os números ímpares, opondo-se a isto, eram tidos por fortes, viris, perfeitos.

O número sete – número sete é dos mais dotados de valor simbólico na mentalidade antiga e nas Escrituras Sagradas. O significado importante do septenário entre os orientais compreende-se pelo fato de que estes povos dividiam o tempo conforme as fases da Lua. Em Israel, a estima geral dedicada ao número sete parecia sancionada pela própria Bíblia Cristã, que reconhecia e promulgava, já em suas primeiras páginas, a distribuição do tempo em semanas.

Visto que o número sete determina períodos mais ou menos completos, definidos, da vida humana, atribuíam-lhe o significado de totalidade, plenitude e perfeição. É com este sentido que ele ocorre, por exemplo, nas fórmulas de contratos e juramentos: Abraão deu a Abimeleque sete ovelhas como penhor de que cumpriria sua palavra. De resto, os hebreus derivaram o verbo shaba, prestar juramento, dizer palavra firme, da mesma raiz que sheba, sete, sempre que se queira exprimir a totalidade, tão grande quanto seja. Assim, o discípulo de Jesus precisa  perdoar setenta vezes sete vezes, isto é, indefinidamente, sempre que haja ocasião para isto. 7 é considerado o número da Divindade.

Explicando o número 7: o quatro lembra os quatro pontos cardeais conhecidos, e o número três lembra a trindade divina. Assim, este número sete lembra a totalidade de todas as coisas do Universo. Considerado o número perfeito, indica o máximo da perfeição.

número doze – O número doze adquiriu apreço em virtude da divisão do ano em doze meses, divisão que já babilônios e egípcios observavam. Era natural que a cifra, abrangendo um período definido em si, simbolizasse, por sua vez, totalidade ou plenitude.

Nas Sagradas Escrituras, o número doze é básico para a história do povo de Deus. Este constava de doze tribos, portadoras da fé e da esperança. Em consequência, o reino messiânico mesmo é assinalado pelo número doze. Com efeito, ele se propaga mediante a pregação dos apóstolos, escolhidos pelo Senhor para constituírem o elo entre as doze tribos do antigo Israel e a plenitude do novo Israel, agora recrutado dentre todas as nações. Com base nos doze apóstolos, o reino é descrito no Apocalipse como Cidade Santa, a nova Jerusalém, cuja estrutura é impregnada do mesmo número: tem doze portas, guardadas por tribos de Israel; sobre cada qual das pedras da base acha-se o nome de um dos apóstolos; a cidade, sendo quadrada, tem doze mil estádios de lado; a muralha perimetral mede cento e quarenta e quatro côvados. Tais indicações significam o caráter de plenitude, consumação, que terá a nova Jerusalém. Ela constitui o reino teocrático por excelência, em que os bens outrora outorgados às tribos de Israel se acham multiplicados e oferecidos a todos os homens. Além destes indicativos, o número doze está presente em toda a história dos hebreus, desde os , passando pelos reis e profetas, até chegar à nova aliança, com o Mestre Jesus e Seus discípulos.

Para entender o simbolismo do número 12 é preciso ter em mente a explicação do número 7, assim para formar 7 se soma 4+3, para se formar 12 se multiplica o 4 vezes 3, dando o resultado tão usado na Bíblia. Este resultado de 4 vezes 3, isto é, um número completo, e aparece ao longo de toda a Bíblia Cristã.

 

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar