DestaqueVariedades

Morte e Sepultamento de Jesus de Nazaré

Para eliminar qualquer dúvida de que Jesus estava morto, um soldado lhe furou o lado com uma lança, atingindo a região do coração. ‘Imediatamente sai sangue e água. Isso cumpriu outra profecia: “Eles olharão para aquele que traspassaram.”

José de Arimateia, “um homem rico” e membro conceituado do Sinédrio, também presencia a execução. Ele é descrito como “um homem bom e justo”, que ‘aguarda o Reino de Deus’. Na verdade, como era discípulo de Jesus, mas secretamente, pois tem medo dos judeus’,  não apoiou a decisão do tribunal no julgamento de Jesus. José criou coragem e pediu a Pilatos o corpo de Jesus. Pilatos chamou o oficial do exército, que confirmou que Jesus estava realmente morto. Então, Pilatos atendeu ao pedido de José de Arimateia. Ele comprou linho fino e tirou o corpo de Jesus da cruz, enrolou o corpo no linho em preparação para o sepultamento. Nicodemos, ‘que foi ao encontro de Jesus pela primeira vez de noite’, ajudou na preparação. Ele trouxe uns 33 quilos de uma mistura cara de mirra e aloés. O corpo de Jesus foi enrolado em faixas que contêm esses aromas, conforme os judeus costumavam fazer nos sepultamentos.

Arimateia tinha um túmulo novo, escavado na rocha, bem perto dali, sendo o corpo de Jesus colocado nele, e uma grande pedra foi rolada até a entrada do túmulo. Segundo Spencer Lewis, famoso pesquisador norte-americano, a história teria outra versão, pois o Mestre Jesus foi curado dos ferimentos e morreu com a idade de 72 anos.

A Tumba de Jesus – A tumba em que Jesus teria sido sepultado foi aberta pela primeira vez desde 1555. A câmara em que o corpo de Jesus teria sido colocado após a crucificação, foi aberta por pesquisadores para trabalhos de restauração. O local sagrado fica no subterrâneo da Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém, capital de Israel. As autoridades religiosas deram à equipe apenas 60 horas para explorar o interior da edícula — ao final desse período ela deverá ser selada para evitar possíveis infiltrações durante o trabalho de reforço das estruturas.

O Messias foi colocado em uma espécie de prateleira cavada nas paredes de uma caverna calcária chamada “cama funerária”. Até uma série recente de análises preliminares, não se sabia se as paredes da estrutura geológica haviam resistido a dois milênios de isolamento, mas equipamentos capazes de “enxergar” o subterrâneo comprovam que o local está de pé e tem cerca de dois metros de altura.

 

 

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar