DestaqueVariedades

Missão Apostólica: Jesus enviou às regiões Setenta Discípulos, de dois em dois

Jesus disse aos discípulos: “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Portanto, orem ao Senhor da colheita para que Ele mande trabalhadores para a Sua colheita. 3Vão e lembrem-se que Eu estou mandando vocês como cordeiros para o meio de lobos.  Não levem nem bolsa nem sacola nem sandálias e nem parem no caminho para cumprimentar ninguém. Em qualquer casa que vocês entrarem, a primeira coisa que devem dizer é: “Que a paz esteja nesta casa!” Se ali morar um homem de paz, a paz de vocês ficará com ele. Mas se aquele que morar ali não for um homem de paz, ela voltará para vocês.”

Os Setenta Discípulos, conhecidos na tradição cristã oriental como os Setenta Apóstolos, foram os primeiros Seguidores de Jesus mencionados no Evangelho de Lucas., o único que os cita. Jesus os designou, enviando-os aos pares numa missão específica. Na tradição ocidental, eles são  chamados de “discípulos”, enquanto que no cristianismo oriental,  é utilizada a denominação de apóstolos. Já era quase o fim do ano 32 d.C e fazia uns três anos que Jesus foi batizado. Ele e Seus discípulos estiveram na Festividade das Tendas em Jerusalém há pouco tempo. Pelo visto, ainda estão na região. Jesus passou a maior parte dos últimos seis meses de seu ministério na Judeia ou no outro lado do rio Jordão, no distrito, em Pereia, sendo necessário ainda pregar nessas regiões.

Depois da Páscoa de 30 d.C., Jesus passou alguns meses pregando na Judeia e viajando por Samaria. Então, perto da Páscoa de 31 d.C., os judeus em Jerusalém tentaram matá-lo. Depois, Jesus ensinou na Galileia, ao norte da Judeia, por um ano e meio. Durante esse período, muitos se tornaram Seus seguidores. Na Galileia, ele treinou Seus apóstolos e os enviou com a instrução: “Preguem, ‘O Reino dos céus está próximo.’” Ele organizou uma campanha de pregação na Judeia. Para iniciar, Jesus escolheu 70 discípulos e os enviou de dois em dois. Assim, há 35 pares de pregadores do Reino de Deus no território, onde a colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Eles devem ir aos lugares para onde Jesus viaje mais tarde. Os 70 discípulos foram enviados para curar os doentes e divulgar a mensagem que Ele está anunciava.

Os discípulos não deviam se concentrar nem ensinar nas sinagogas. Jesus os instruiu a ir às casas das pessoas: “Em qualquer casa onde entrarem, digam primeiro: ‘ Paz esteja nesta casa.’ Jesus deu aos 70 discípulos instruções parecidas às que deu aos 12 apóstolos quando os enviou cerca de um ano antes. Ele avisou que nem todos os receberão bem. Mas seus esforços deles era grande, no sentido de preparar pessoas receptivas à mensagem para quando Jesus chegasse um pouco depois.

Voltando, algum tempo depois, eles trouxeram a Jesus o relatório, manifestando alegria pelo bom resultado. Eles informaram: “Senhor, até mesmo os demônios nos obedecem pelo uso do seu nome, pelo que Jesus fica muito animado com a boa notícia, e disse a cada um deles: “Eu dei a vocês autoridade para pisar serpentes e escorpiões.” Assim, o Mestre Jesus ajudou os 70 a ver o que é realmente importante a longo prazo: Ele concluiu: “Não se alegrem porque os espíritos estão sendo sujeitos a vocês, mas alegrem-se porque os seus nomes foram escritos nos céus.”  Disse ainda: “Felizes são os olhos que veem as coisas que vocês estão vendo, eis que muitos profetas e reis desejaram ver estas coisas, mas não as viram; e ouvir tudo isso, mas não as ouviram.”

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar