DestaqueVariedades

JOÃO BATISTA FOI INJUSTIÇADO – A TRAMA DE HERODIAS CONTRA UM PROFETA

Enquanto os apóstolos de Jesus realizavam seu ministério na Galileia, João Batista, que tornou Jesus conhecido, ficou sem liberdade para fazer isso, permanecendo preso durante quase dois anos. João acusou publicamente o rei Herodes Antipas de ter tomado por esposa Herodias, esposa de seu meio-irmão Filipe. Herodes tinha se divorciado de sua primeira esposa para se casar com Herodias. Segundo a Lei mosaica, que Herodes afirma seguir, esse casamento é ilegal. Em resposta à acusação de João, Herodes mandou prendê-lo, por insistência de Herodias.

Herodes não sabe o que fazer com João, porque o povo ‘o considera profeta’, mas não tem ressentimento’ contra João e quer que ele seja morto, e surge a oportunidade. Pouco antes da Páscoa de 32 a.C, Herodes preparou uma grande festa para comemorar seu aniversário. Todos os altos funcionários e oficiais do exército de Herodes, e também as pessoas mais importantes da Galileia, estavam presentes. Durante a festa, Salomé, a jovem filha de Herodias com seu ex-marido Filipe, dança para os convidados. Os homens ficaram encantados com sua apresentação.

Herodes fica tão contente com sua enteada que lhe diz: “Peça-me o que quiser, e eu darei a você.” E até faz um juramento: “O que for que você me pedir, até a metade do meu reino, eu darei a você.” Antes de responder, Salomé sai para consultar sua mãe: “O que devo pedir?” Essa é a oportunidade que Herodias tanto esperava. Ela responde sem hesitar: “A cabeça de João Batista!” Salomé volta rapidamente a Herodes com seu pedido: “Quero que o senhor me dê sem demora, numa bandeja, a cabeça de João Batista.”

Herodes ficou muito aflito com esse pedido, mas seus convidados ouviram seu juramento a Salomé, e ele ficou com vergonha de não cumprir o que prometeu, mesmo que isso significasse a morte de um inocente. Por isso, Herodes enviou um guarda à prisão com terríveis instruções. Pouco depois, o guarda voltou com a cabeça de João numa bandeja. Ele entregou a bandeja a Salomé, e ela a levou à sua mãe.

Quando os discípulos de João ficaram sabendo, eles vieram e levaram o corpo para enterrar. Depois, contaram a Jesus tudo o que aconteceu. Mais tarde, Herodes ouviu falar que Jesus estava curando pessoas e expulsando demônios, e ficou com medo. Ele queria saber se Jesus, o homem que estava realizando essas obras, é na verdade João Batista que foi “levantado dentre os mortos”. Assim, Herodes Antipas queria muito ver Jesus, mas não para ouvi-lo pregar. Herodes queria saber se realmente teria motivos para ficar preocupado.

Herodias: atos de covardia contra o profeta de Deus

Esposa de Herodes Ântipas, a qual, por meio da sua filha Salomé, pediu e recebeu a cabeça de João Batista no ano 32 a.C.. Seu pai, Aristóbulo, filho de Herodes, o Grande, com sua segunda esposa, Mariamne I e sua mãe, eram primos germanos. Seu irmão era Herodes Agripa I, que eliminou o apóstolo Tiago, irmão de João. .

Herodias casou-se primeiro com seu meio tio, que era meio-irmão de seu pai, outro filho de Herodes, o Grande (com sua terceira esposa, Mariamne II), filho que costumava ser chamado de Herodes Filipe, para diferenciá-lo de Filipe, o governante distrital de Itureia e Traconítis. Este tio-marido de Herodias, Herodes Filipe, gerou Salomé, única filha dela. No entanto, Herodias divorciou-se e casou-se com o meio-irmão dele, Herodes Ântipas, também filho de seu avô, Herodes, o Grande, com a quarta esposa, Maltace. Herodes Ântipas, naquele tempo governante distrital (literalmente, “o tetrarca”), e a quem Jesus chamou de ‘aquela raposa), também se divorciou da sua primeira esposa, filha do rei nabateu Aretas, da Arábia, a fim de se casar com Herodias.

Portanto, João Batista, tinha motivos para condenar este casamento de Herodias com Herodes Ântipas, que tanto era ilegal como imoral sob a lei judaica, e por isso foi lançado na prisão e mais tarde decapitado. Sua destemida e justa condenação provocou o amargo ódio de Herodias, de modo que ela se aproveitou da primeira oportunidade para fazer com que o profeta fosse morto.

O irmão de Herodias, Herodes Agripa I, retornou de Roma em 38 a.C, tendo sido designado rei. Cuja atitude aborreceu muito a Herodias, porque seu marido, embora filho de rei, continuou a ser apenas governante distrital. Assim sendo, não deixou de pressionar seu marido até que ele também foi a Roma na esperança de ser coroado rei, recebendo um reino. Flávio Josefo conta que o irmão de Herodias, Agripa, enviou secretamente cartas ao Imperador Calígula, acusando Ântipas de conspirar com os partos. Em consequência disso, Ântipas foi banido para a Gália; e Herodias o acompanhou.

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar