DestaqueVariedades

Jezabel e Baal foram derrotados pelo rei Jeú

Após a morte do rei Jeroboão, cada rei que governava o reino de dez tribos de Israel era mau. O rei Acabe era o pior de todos. Um motivo era sua esposa, a má rainha Jezabel, que não era israelita. Era filha do rei de Sídon, adorava o deus falso Baal, e conseguiu que Acabe e muitos outros israelitas também o adorassem. Jezabel mandou matar muitos profetas de Deus; outros tiveram de se esconder em cavernas para não ser mortos.

Elias exerceu o seu ministério profético no reinado de Acabe, que por sua vez era casado com Jezabel, uma mulher perversa. Elias viveu em constante conflito durante todo esse tempo. Acabe tentava matar o profeta de Deus, mas foi morto em batalha contra Ramote-Gileade. Acazias, filho de Acabe, foi coroado rei em Israel. Este caiu de uma janela do segundo andar, vindo a morrer dos seus ferimentos, sendo sucedido por Jorão, outro filho de Acabe. Eliseu, o sucessor de Elias, ungiu Jeú como novo rei de Israel, que empreendeu uma ferrenha luta contra a adoração a Baal.

Jeú foi um homem muito intenso e sensível. Ele conduziu o seu carro como um louco, furiosamente. Enquanto comandante do exército, Jeú foi ungido pelo profeta Eliseu como rei de Israel, aproximadamente em 841 a.C. Somente Jeú teve o zelo de realizar a tarefa sangrenta de matar toda a família de Acabe, incluindo a pervertida rainha Jezabel. Depois disso, foram mortos todos os ministros de Baal, tentando recuperar a benevolência do Deus Altíssimo. No entanto, como governante, Jeú foi um rei fraco, pagando tributos ao rei assírio, Salmaneser III.

A Pintura do Rosto – Esse costume entre as mulheres teve origem nos tempos de Jezabel, que costumava pintar o rosto com cores vivas, modificando as suas características pessoais e a aparência. As mulheres aprenderam a se maquiar com Jezabel, utilizando tintas coloridas, bem como baton e ruge, obtidas de minério de ferro ou cobre com água. Elas traçavam, de igual modo, pesadas linhas negras ao redor dos olhos, cuja intenção era incrementar a beleza física, ficando muito mais atraentes. Nesse tempo, o esmalte de unhas era uma tintura obtida da flora da hena, para manchar ou tingir as unhas dos dedos. O azeite de oliva era usado como perfume e hidratante, enquanto manchas de tonalidade marrom avermelhada também eram consideradas embelezadoras para a mulher, cuja atitude era inspirada em Jezabel.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar