DestaqueVariedades

Josias reconstrói o Templo e reencontra o Livro da Lei

Josias é considerado o último rei bom de Judá, governando de 640 a 608 a.C. Durante o seu reinado, ele liderou uma grande campanha para reconstruir o Templo. Em meio a essas atividades, os operários encontraram uma cópia do Livro da Lei, oportunidade que teve o rei Josias em ler para o seu povo a mensagem contida na escritura. O Livro da Lei tinha a forma de um pergaminho, sendo que a escrita era feita em colunas estreitas que eram lida da direita para a esquerda. Os primeiros pergaminhos eram feitos de papiro, sendo provável que após o exílio, passaram a ser feitos de peles de animais. Os hebreus se preocupam no sentido de que essas peles fossem de animais limpos.

O Livro da Lei continha as diretrizes para o “modus vivendi” das pessoas obedientes a Deus. Moisés teria escrito essas leis num Livro, e com frequência as lia para os israelitas, fazendo-os lembrar de como deveriam viver. Os dez mandamentos formavam a essência do Livro da Lei. Certamente, esse Livro da Lei não foi encontrado numa prateleira empoeirada nem em qualquer canto esquecido do Templo. Nos tempos antigos, os documentos importantes eram colocados numa pedra angular de um novo edifício, como corre no lançamento de Pedra Fundamental, quando são colocados documentos para a posteridade. Foi assim que, nos dias de Josias, os operários reencontraram o Livro da Lei, com as regras para aquele povo especial.

A Reforma de Josias – No oitavo ano do seu reinado, quando era ainda bem moço, Josias começou a adorar o Deus do seu antepassado Davi. E quatro anos mais tarde começou a purificar a Terra de Judá e a cidade de Jerusalém, destruindo os lugares pagãos de adoração. Na presença dele, foram derrubados os altares do deus Baal, e ele mesmo quebrou os altares de incenso que estavam em cima deles. Quebrou também os postes da deusa Aserá e as outras imagens de pedra e de metal, os esmigalhou até virarem pó e espalhou o pó em cima das sepulturas das pessoas que tinham oferecido sacrifícios a esses ídolos. Depois queimou os ossos dos sacerdotes pagãos nos altares, onde eles haviam oferecido sacrifícios. Assim Josias purificou Judá e Jerusalém.  Ele fez a mesma coisa nas cidades das tribos de Manassés, de Efraim, de Simeão e até de Naftali e nas ruínas ao redor daquelas cidades. Ele andou por todo o país de Israel, derrubando os altares, os postes da deusa Aserá e os outros ídolos, esmigalhando-os até virarem pó e quebrando todos os altares de incenso. Depois voltou para Jerusalém.

Nova Aliança – O rei Josias mandou que todos os líderes de Judá e de Jerusalém se reunissem,  e todos foram juntos até o Templo, acompanhados pelos sacerdotes, pelos levitas e por todo o resto do povo de Jerusalém e de Judá, desde os mais importantes até os mais humildes. Então, o rei leu diante deles todo o Livro da Aliança, que havia sido achado no Templo. Ele ficou perto da coluna real, em pé, e fez com Deus, o Senhor, uma aliança pela qual eles lhe obedeceriam e guardariam as suas leis e mandamentos com todo o coração e com toda a alma. E também cumpririam tudo o que a aliança mandava fazer, como estava escrito no livro. Então, Josias fez com que todo o povo de Jerusalém e da tribo de Benjamim prometesse ser fiel à aliança. Assim os moradores de Jerusalém foram fiéis à aliança feita com o Deus dos seus antepassados. Josias acabou com todos os ídolos nojentos que havia nas terras dos israelitas, e fez com que todos os israelitas adorassem o Senhor, seu Deus. Enquanto Josias viveu, o povo não deixou de obedecer ao Senhor, o Deus dos seus antepassados.

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar