DestaqueVariedades

O Direito à Primogenitura

Primogenitura é a tradição comum de herança de toda a riqueza, estado ou função dos pais pelo primeiro filho; ou, na falta de uma criança, por parentes próximos, de forma a manter o status da linhagem familiar. Entre irmãos, o filho de um irmão mais velho falecido tem prioridade sobre um irmão mais novo. O direito que por natureza pertencia ao primogênito varão do pai. Tanto o termo hebraico como o grego para “primogenitura” provêm de radicais que contêm a ideia básica de “primogênito”.

O primogênito era bem afortunado numa família hebreia. Ele era tratado sempre com muito respeito e honra, recebendo o privilégio do direito à primogenitura. O direito de primogenitura era a bênção especial de um pai ao seu filho mais velho. Isso dava ao filho a liderança sobre seus irmãos, mas também lhe dava a responsabilidade de cuidar da família depois da morte do pai. Ele devia administrar a propriedade da família e sustentar a sua mãe viúva e suas irmãs solteiras.

Muitos têm um filho ou filha favorito. Eles se esforçam para não mostrar o favoritismo, mas é muito difícil. Assim eram Isaque e Rebeca, no episódio dos filhos gêmeos, Jacó e Esaú. À medida que iam crescendo os filhos Jacó e Esaú, Isaque começou a preferir Esaú.  Mais tarde, Jacó comprou o direito de progenitura de seu irmão Esaú, por um prato de sopa de lentilhas. Jacó estava preparando uma sopa ou cozido muito comum, quando Esaú voltava do campo. A lentilha era muito comum na região e quase não tinha valor o tal prato de sopa desse vegetal.

Rebeca sempre preferia o filho Jacó, mas Isaque era mais “apegado” a Esaú, talvez por ser este filho seu companheiro de caça. A mãe Rebeca ajudou o filho Jacó roubar a bênção da família, o que ficava evidente a sua preferência por ele. O filho mais velho de Isaque e Rebeca, Esaú, era um “homem cabeludo”, que gostava de caçar ao ar livre e trazer carne ou caça para seu pai. No entanto, Esaú nem sempre agradou a sua família. Ele vendeu o seu direito de primogenitura ao irmão mais novo, mas desejava matar o irmão pelo excesso de ciúme que alimentava no dia a dia.  Jacó escapou da emboscada, e vinte anos mais tarde os dois irmãos voltaram a ser amigos.

Esaú tornou-se o antepassado dos edonitas, outra nação inimiga dos israelitas. Jacó, que teve o direito de primogenitura, teve o nome mudado para Israel, cuja nação é perpetuada através dos séculos, mantendo a identidade da linhagem de Abraão, Isaque e Jacó, além de outras figuras lendárias da história, conhecidas ainda hoje, pela bravura e determinação com que têm lutado desde os primórdios.

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar