terça-feira,
21/05/2024
Mais
    InícioNotíciasCidadesForça tarefa realiza a transferência de mais 22 presos para outros presídios...

    Força tarefa realiza a transferência de mais 22 presos para outros presídios em naviraí.

    Essa é a terceira transferência de presos de Naviraí, desde que ouve a rebelião que ocorreu no último dia 04 de agosto (Fotos:Umberto-Zum)

    Na manhã desta quinta-feira (08), uma força tarefa montada pela Polícia Federal, Polícia Civil, AGEPEN e Agentes do Sistema Penitenciário Federal, realizaram a remoção de 22 detentos do Presídio de Segurança Máxima de Naviraí.

    A transferência dos detentos é uma resposta do Estado aos casos que acontecerem em Naviraí, como a rebelião no presídio, ataque de bomba em prédio do Ministério do Trabalho e atentado a tiros contra um Agente Penitenciário. Segundo informações, que toda vez que houver esse tipo de conduto, o Estado vai dar uma resposta casa vez mais dura.

    Os presos transferidos são considerados lideranças negativas dentro do presídio. O comboio com dos detentos foi escoltado por policiais fortemente armados em viaturas da Polícia Federal, Polícia Civil e Agentes Penitenciários Federais.

    O 22 presos de Naviraí foram transferidos para o Presídio de Campo Grande. Outros 03 presos que estavam no Presídio de Dourados e 02 do Presídio de Campo Grande, foram transferidos para o Presídio Federal de Campo Grande.

    Essa é a terceira transferência de presos de Naviraí, desde que ouve a rebelião que ocorreu no último dia 04 de agosto, onde o presídio ficou parcialmente destruído durante o motim que durou 16 horas e deixou dois internos mortos.

    No total, 102 detentos já foram transferidos presos para outras unidades das cidades de Dourados e Campo Grande.

    O presido de Naviraí passa por uma reestruturação em suas instalações que danificadas durante o motim. Segundo o diretor do Presídio de Naviraí, o fornecimento de água está normal em todas as celas, a energia elétrica já está com funcionamento quase integral e grades e alambrados já estão sendo reparados. As visitas aos internos continuam suspensas.

    Mais Lidas