DestaqueTribuna Livre

Tribuna Livre – 14 de julho 2016

INVERSÃO DE VALORES – Enquanto é repassado pela prefeitura de Mundo Novo um valor irrisório ao Hospital Bezerra de Menezes para atendimento específico a cada mês, determinado profissional de saúde “importado” faz verdadeira sangria aos cofres municipais, “faturando” quanto quer, com justificativa ampla. A informação corrente é que as múltiplas atividades que exerce lhe dão direito a essas regalias. A exorbitância paga ao ilustre representa um “desmando” nas contas da combalida saúde do município. Isso precisa ser revisto!

INVESTIMENTO EQUIVOCADO – A informação é que o hospital da Fundação de Saúde Municipal dará início às suas atividades no dia 12 de agosto, justamente no período eleitoral. O negócio parece ser sintomático, fazendo crer que “o povo é bobo”. Investimento muito alto em propriedade particular e com “gastança” sequencial, a nova casa de saúde será motivo de muitos questionamentos daqui para frente. O que poucas pessoas querem saber é se “aquilo” será mesmo um hospital ou apenas outro posto de saúde melhor estruturado.

MOMENTO DESASTROSO – É mesmo ruim o atual momento da Admirável Mundo Novo. “Se ficar o bicho pega, se correr o bicho come.” Gritos de socorro ecoam em todos os cantos da cidade e as vozes roucas da rua clamam por uma solução emergencial que possa garantir um futuro mais promissor para a cidade que é de todos os mundonovenses. O descontentamento é geral, mas a resignação ainda é grande. É daí que reforça a velha expressão de Rubem Braga, quando diz: “Não estou satisfeito, reclamo e não me mudo.” Mundo Novo é isso hoje!

COLIGAÇÕES PARTIDÁRIAS – Entendimentos e desentendimentos estão em todos os grupos na atual conjuntura partidária para as convenções que se avizinham. Os chamados “chapão” e “chapinha” que qualificam os pré-candidatos ao Legislativo estão causando insatisfação em toda parte, além das fofocas na praça sobre a migração de um lado para outro de partidos e supostos líderes. A encrenca só vai terminar no dia 5 de agosto, prazo final para as convenções e homologação de candidaturas ao pleito municipal.

POLÍTICOS PODEROSOS – Comenta-se à boca pequena que, diferente de outras épocas, Mundo Novo poderá ter candidatos a vereador super votados, ultrapassando a casa dos 10% do eleitorado. Pesquisas que ninguém vê mas que são enfatizadas indicam o favoritismo de alguns políticos “poderosos”, que fazem planos para o futuro, no poder. Pesquisa é uma coisa muito perigosa que pode ajudar ou atrapalhar o candidato que busca o apoio popular. Há casos e casos de decepção registrados na história política.

PROMESSAS DE CAMPANHA – Todos os postulantes a cargos eletivos deveriam, a princípio, fazer uma campanha limpa e sem tantas promessas eleitoreiras. Dizem que o bom político é aquele que mente e faz promessas sem nunca dizer “não” a ninguém. É muito difícil encontrar alguém nesta seara com as qualidades de um homem que seja amigo da verdade. Platão idealizada uma sociedade justa na antiga Grécia, mas percebia que o seu sonho não passava de utopia. Esse conceito seria diferente para nós agora?

FALANDO DE AMOR – Acompanhamos, dia destes, um relato interessante, onde determinada figura política, durante reunião partidenchia os pulmões para combater o ódio, sendo o mesmo uma criatura odiosa. Onde cabe tanta hipocrisia, senhores?

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar