DestaquePolicial

Em meio a disputa pelo tráfico, Estado incinera mais de 80 toneladas de droga

Maioria do entorpecente foi apreendida nos últimos 12 anos

Em meio ao clima de segurança na fronteira do Brasil com o Paraguai relacionado à disputa pelo território do tráfico de drogas, Mato Grosso do Sul incinera hoje mais de 83 toneladas de droga. O entorpecente, maioria maconha, é fruto de apreensões dos últimos 12 meses.

A incineração acontece nas caldeiras do frigorífico JBS 2, na saída de Campo Grande para Sidrolândia. Das 83 toneladas, 80,9 são de maconha e outras 2,1 de cocaína.

As apreensões foram feitas pelas forças de segurança do Estado com apoio das Polícias Federal e Rodoviária Federal.

Só a Delegacia Especializada na Repressão ao Narcotráfico (Denar) da Capital levou mais de 30 toneladas para a incineração.

Delegado geral da Polícia Civil, Marcelo Vargas conta que no montante do entorpecente, há carregamentos que foram apreendidos há mais de 12 meses em razão de atraso de liberação judicial que autoriza a queima da droga.

Titular da Secretaria de Justiça e Segurança do Estado, Barbosinha afirma que a explicação para a quantidade de droga apreendida nos últimos anos é o fato de Mato Grosso do Sul estar em localização estratégica que favorece os traficantes.

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar