DestaquePolicial

Em novo ataque de pistoleiros, três são executados na fronteira

Assassinatos ocorreram quatro dias depois da morte de narcotraficante

Quatro dias depois do assassinato do narcotraficante Jorge Rafaat Toumani, pistoleiros voltaram a agir e executaram três pessoas que jogavam vôlei na noite de ontem, na cidade de Pedro Juan Caballero, localizada na fronteira com Ponta Porã.

De acordo com informações do site Ponta Porã Informa, as vítimas foram o brasileiro Fabio Villalba Da Silva, de 23 anos e os paraguaios Esteban Benítez Espinoza, de 35, e Nelson Benitez Espinoza, 37.

As três execuções ocorreram por volta das 22h, na Vila Guilhermina. Os homens jogavam vôlei quando atiradores chegaram em carro modelo SW4, com placas de Ponta Porã, e passaram a atirar.

Policiais do país perseguiram os autores e dois deles foram presos depois de baterem o carro em prédio onde funciona bar. Outros dois homens que participaram das execuções teriam fugido para o lado sul-mato-gronssense. A polícia paraguaia ainda não se pronunciou sobre a motivação do crime.

Confira o vídeo do novo tiroteio ao final da matéria.

OUTRO CASO

Noite entre o dia 15 e 16 entrou para a história internacional depois de a fronteira entre Paraguai e Ponta Porã ter sido cenário de guerra. Tido como um dos criminosos mais poderosos do mundo, Jorge Rafaat foi morto em emboscada, com tiros de arma de alto poder de destruição, que foram capazes de até ultrapassar barreiras de blindagem do carro que ocupava.

Depois do crime, tiroteio durou cerca de quatro horas em Pedro Juan Caballero, e estabelecimentos comerciais que pertenceriam ao narcotraficante foram incendiados. A guerra teria sido travada por duas diferentes organizações criminosas pelo monopólio do tráfico internacional de drogas.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar