domingo,
25/02/2024
Mais
    InícioDestaqueGUERRA DO TRÁFICO Grupo faz ataque em empresa de segurança de traficante...

    GUERRA DO TRÁFICO Grupo faz ataque em empresa de segurança de traficante morto na fronteira

    Jorge Rafaat Toumani, morto na quarta, era dono do local

    Escritório de segurança privada de Jorge Rafaat Toumani, morto em emboscada na noite de quarta-feira (15), foi alvo de tiros na madrugada de hoje, em Pedro Juan Caballero (Paraguai).

    De acordo com site Porã News, o grupo, que estava armados com fuzis 7.62, invadiu o local e além de realizar vários disparos, encharcou salas do prédio com gasolina. Contudo, não atearam fogo e fugiram na sequência.

    Segundo a reportagem, os suspeitos foram ao escritório localizado na rua Teniente Herrero por volta das 4h, e renderam os seguranças do estabelecimento. Ninguém ficou ferido.

    Jorge Rafaat é tratado como o traficante mais poderoso do Paraguai, conforme noticiou a imprensa daquele país. No Brasil, ele já recebeu condenação em primeira instância pela Justiça Federal e teve bens confiscados.

    Rafaat foi morto a tiros de fuzil antiaéreo calibre .50 na noite de quarta-feira (15), na região central de Pedro Juan Caballero.

    De acordo com a reportagem do ABC Color, crime é atribuído a outro traficante, Jarvis Chimenses Pavão. Ele teria orquestrado a ação com os integrantes da facção Primeiro Comando da Capital (PCC), que é brasileira.

    A investigação da polícia paraguaia resultou na prisão de sete pessoas. Algumas delas ficaram feridas depois dos embates.

    Mais Lidas