DestaquePolítica

Petistas de MS “picam a mula” e esvaziam partido para as eleições

Partido perdeu 50 vereadores, oito prefeitos e senador

A Lava Jato abateu o PT de Mato Grosso do Sul provocando debandada de 50 vereadores, oito prefeitos e um senador. Ninguém estava disposto a permanecer num partido rotulado de corrupção com envolvimento de suas principais lideranças nas investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.

Mas a saída do senador Delcídio do Amaral foi por outro motivo. Ele teve sua filiação suspensa logo depois de ser preso pela Polícia Federal por atrapalhar as investigações da Lava Jato. Depois de sair da cadeia e delatar a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vários senadores e outras lideranças políticas, Delcídio se desligou do PT.

Mas a desfiliação de prefeitos e vereadores tem mais a ver com a vergonha de ficar nos quadros de um partido manchado por corrupção.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar