sábado,
13/07/2024
Mais
    InícioDestaqueMinistro do Turismo, do PMDB pede demissão

    Ministro do Turismo, do PMDB pede demissão

    O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, é o primeiro peemedebista a desembarcar oficialmente do governo. De acordo com a agência de notícias Reuters, o ministro entregou sua carta de demissão hoje – um dia antes da reunião que deve sacramentar a saída do PMDB da base aliada de Dilma Rousseff.

    No texto, Alves – que foi presidente da Câmara dos Deputados – afirma que o diálogo do PMDB com o governo do PT se “exauriu”, e que o pedido de demissão é resultado de coerência ideológica e lealdade à legenda da qual faz parte.

    Debandada

    Alves é o primeiro dos sete ministros de Dilma que pertencem ao PMDB a deixar o governo.

    A Carta

    “Excelentíssima Senhora Presidenta Dilma,

    Venho por meio desta carta entregar o honroso cargo de Ministro do Turismo do seu Governo e agradecer por toda a confiança e respeitosa relação mantida durante esses onze meses em que trabalhamos juntos.

    Pensei muito antes de fazê-lo, considerando as motivações e desafios que me impulsionaram a assumir o Ministério (e que acredito ter honrado): fazer do Turismo uma importante agenda econômica, política e social do Governo e do País. Mas, independentemente de nossas intenções, o momento nacional coloca agora o PMDB, o meu partido há 46 anos, diante do desafio maior de escolher o seu caminho, sob a presidência do meu companheiro de tantas lutas, Michel Temer.

    Todos – o Governo que assumi e o PMDB que sou – sabem que sempre prezei o diálogo permanente. Diálogo este que – lamento admitir – se exauriu.

    Assim, Presidenta Dilma, é a decisão que tomo. Não nego que difícil, mas cosciente, coerente, respeitando o meu Rio Grande do Norte, e sempre – como todos nós – na luta por um Brasil melhor.

    Estou certo de que, sendo a Senhora alguém que preza acima de tudo a coerência ideológica e a lealdade ao seu próprio partido, entenderá a minha decisão.

    Respeitosamente,
    Henrique Eduardo Alves”

     

    Mais Lidas