DestaquePolicial

‘Amigo’ espera homem dormir para dopar e estuprar mulher após bebedeira

Caso será investigado pela polícia

Jovem de 20 anos, casada com um homem de 31 anos, foi vítima de estupro em Três Lagoas, cidade a 338 quilômetros da Capital. O suspeito de cometer o crime é um amigo do casal, que há quatro dias estava morando de favor na casa da vítima e não foi encontrado pela polícia.

Por volta das 2 horas de segunda-feira (15), Polícia Militar foi acionada por uma equipe do Corpo de Bombeiros, para ir até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), atender uma possível ocorrência de estupro. No local, os policiais entraram em contato com o marido da vítima, que informou que um homem chamado Ronaldo estava morando com o casal há quatro dias e teria cometido o crime.

De acordo com depoimento do homem, no domingo (14), o casal, que mora em um rancho da cidade, foi até a beira do rio Sucuriú ingerir bebidas alcoólicas com vizinhos e também com Ronaldo. Após algum tempo, o marido da vítima foi dormir e deixou a mulher na companhia dos amigos. Segundo o homem, de 31 anos, em determinado momento ele acordou e não viu a esposa na cama, então foi procurá-la.

Segundo relato do marido, ele tentou abrir a porta da sala e notou que estava trancada, então olhou pela fresta e viu Ronaldo abusando sexualmente da mulher, que estava desacordada. Ele chamou a vítima e não teve resposta, então arrombou a porta. Conforme apurado pelo site Minuto MS, Ronaldo se vestia quando o homem entrou na sala e a esposa estava nua e deitada no chão, ainda desacordada.

Conforme informado pelo homem, Ronaldo afirmou que a vítima estava muito embriagada e ela estava nua porque ele resolveu dar um banho nela. Além disso, ele ainda disse que se a companhia dele não era boa, ele iria embora, então fugiu do rancho. Quando acordou, a mulher relatou ao marido que Ronaldo teria dado um ‘boa noite Cinderela’ para ela, a dopando.

Equipe do Corpo de Bombeiros socorreu a vítima, que foi levada até a UPA. Segundo a Polícia Militar, a vítima não soube dar detalhes do ocorrido, pois não se lembrava de nada, mas sentia fortes dores no órgão genital, pernas, costas, peitos, braços e pés. O caso foi registrado e deve ser investigado pela Delegacia da Mulher de Três Lagoas.

O suspeito de cometer o crime é procurado pela polícia.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar