DestaqueTribuna Livre

A CONSTRUÇÃO DO ANO 2016

Utopia? Sonho? Mas o sonho é esperança! Se não houver sonhos, o que será da esperança? E o sonho e a esperança podem e devem levar as pessoas à realização.

E lá se vai mais um ano repleto de corrupção, impunidade, descaso com a saúde, educação em declínio, segurança quase zero, justiça vendida e vencida, as casas do povo dirigidas por corruptos que negociam o poder e debocham dos eleitores, rasgando a constituição. Não se pode esperar, sabe-se que nada é perfeito, mas a coisa está ruim. E pelas promessas de nossos “políticos”, muito deveria ter sido feito e muito deixará de ser feito. Infelizmente todos conhecem bem a palavra dos “representantes” no poder.

Mas pela teimosia não se perde a esperança no futuro. Todos hão de ter esperança, essa esperança abençoada que impulsiona as pessoas a viverem. E o próximo ano há de ser melhor. Então, impregnados de esperança e de desejo de paz para iniciar o próximo ano, todos precisam avançar. É bom iniciar uma nova era, a era da paz, da honestidade, da conscientização, da justiça verdadeira.  É necessário agir para que o novo ano seja melhor. Precisa ser e será, se houver convicção disso, se se trabalhar para isso, convivendo ou esquecendo as falcatruas da classe política em todos os lugares desse imenso Brasil.

Parafraseando o escritor Luiz Carlos Amorim, quando diz numa de suas crônicas sobre a poesia: “… seria bom que os homens ouvissem os poetas, pois a poesia pode torná-los melhor. É ela que, mais do que outro gênero literário, talvez, retrata os sentimentos e as emoções do ser humano. É ela, a poesia, que aguça no ser humano a capacidade de amar, de ser solidário, de preservar a vida e a natureza, de cultivar a paz.

 

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar