DestaqueTribuna Livre

Tribuna Livre – 3 de dezembro 2015

NATAL CHEGANDO. O Natal está chegando e o jornal Tribuna do Povo prepara uma bela Edição Especial, como acontece todos os anos. É uma rica oportunidade que os empresários e profissionais liberais têm para apresentar uma mensagem de congratulações aos seus amigos e clientes. Ninguém pode ficar de fora. Ligue agora para 67 3474-3125 ou mande um whatsapp para 67 84088455 e 67 92278145. Vale também um recado para o e-mail tribunadopovo@hotmail.com

Certamente, pelas palavras em I João 5.16, existem pessoas não podem receber is favores da graça divina por meio de orações. Isso é inquestionável, e nem adiantaria refutar as afirmações. No entanto, Deus é longânimo e misericordioso, e pode adotar critérios que o homem natural desconhece, perdoando o mais vil pecador. Quando atentamos para os fatos narrados na antiga aliança, fica evidente a operação de Deus pela redenção dos homens. Vale a expressão “enquanto o homem julga pela aparência, Deus sonda as profundezas do coração”. – Jairo de Lima Alves

QUADRO CONFUSO. Muito confuso se encontra o quadro de candidatos para a sucessão de Humberto do PT em Mundo Novo. Muita gente alimenta o desejo de ser o mandatário maior do município, mas bem poucos têm qualificação para comandar o destino de um povo. Existem figuras populares, impopulares e “popularescas” e, às vezes, uma boa composição política fica difícil, apesar de ser o ideal em tempos “bicudos” em que se vive.

BOA CONVERSA. Dias destes, em conversa informal sobre sucessão municipal, a empresária Anadir Schiavini, um tanto descrente das coisas no âmbito local, expressou a sua indignação pelo que vê no dia a dia, e até manifestou interesse em participar do processo eleitoral, se não fosse tantos desencontros antes, durante e depois das eleições. Uma mulher que sabe o que quer, é bem sucedida e possui a generosidade que poucos conhecem. Lamentou, por exemplo, o episódio da “compra de votos” que ocorre, limitando o fator “civismo e amor à Terra”, o que favorece aqueles que não tem nenhum compromisso com o desenvolvimento da cidade.

RECUO ESTRATÉGICO. Num turbilhão de palavras ao vento, e ainda no contexto de sucessão em Mundo Novo, há os que acreditam que o recuo dos gigantes Antônio Cavalcante e Humberto do PT pode ser uma estratégia de momento para sondar a vontade popular, e também para medir força entre ambos como na estória do bode e a onça. Ouvi de uma fonte que Toninho pode repensar o caso, enquanto HuCRA também pode voltar atrás de sua decisão daqui a alguns meses, depois de testar o seu vice Nivaldo que está em pré campanha.

E OS OUTROS? Existem bons nomes para a disputa, e todos praticamente em igualdade de condição se prevalecer o quadro atual, ou seja, sem Toninho da Importadora e sem Humberto do PT. Marcelo Ally “azeita” a sua máquina; Valdomiro Sobrinho insiste no projeto; Gildo Amaral e Gessé Ferreira se preparam; Eduardo Bertipaglia ganha fôlego e pode surpreender com o apoio de aliados e do governador Reinaldo Azambuja, que é do PSDB. Jefferson “Pinduca” Cavalcante vai depender de alguns desdobramentos, mas é um nome respeitável para as disputas eleitorais em 2016, nem que seja para o Legislativo.

 

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar