DestaquePolítica

Sessão que poderia cassar Gilmar Olarte é cancelada e denúncia arquivada

Assunto só voltará a ser debatido se Gilmar Olarte for reconduzido ao cargo

Diante do parecer do relatório que analisou a denúncia contra o prefeito afastado Gilmar Olarte (PP), a presidência da Câmara, depois de consulta à Procuradoria Jurídica, decidiu cancelar a sessão que poderia cassar o mandato do prefeito. A decisão se deu porque tanto os vereadores que analisaram a denúncia quanto o jurídico da Casa chegaram a conclusão de que a conduta de Olarte só pode ser analisada se ele voltar ao cargo de prefeito da Capital.

Antes mesmo do início da sessão marcada para o meio-dia desta quinta-feira (12), os vereadores souberam que o relatório da denúncia pedia pelo arquivamento. Diante disso, a vereadora Thais Helena (PT), que representa os vereadores denunciantes, pediu ao presidente interino Flávio César (PTdoB) que suspendesse a votação.

O presidente consultou o setor jurídico e ao invés de suspender cancelou a sessão de hoje fazendo com que o processo contra Olarte fosse arquivado. O assunto só voltará a ser debatido na Câmara caso Olarte seja reconduzido ao cargo de prefeito por decisão da Justiça

DENÚNCIA

Na denúncia consta que Olarte, em parceria com Ronan Edson Feitosa de Lima, ex-servidor comissionado da prefeitura, Luiz Márcio Feliciano, militar aposentado, ligado a Olarte, emprestavam cheques de colegas e descontavam com agiotas.

Por meio de nota emitida à imprensa, Olarte alega inocência. O trio foi denunciado por lavagem de dinheiro e corrupção.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar