DestaquePolicial

Vereador é o segundo de “nova leva” a entregar celular para perícia do Gaeco

Na semana passada, Gaeco pediu celulares de 16 pessoas, entre eles deputados e vereadores

Mesmo não sendo obrigado judicialmente, o vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB) atendeu o pedido do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) e entregou o seu aparelho de celular para perícia. A notificação foi feita pelo Grupo para outras 15 pessoas, entre elas vereadores, deputados e até a vice-governadora, mas até agora apenas Cabeludo entregou o aparelho.

O pedido feito pelo Ministério Público na semana passada não é uma ordem, já que a Justiça ainda não decidiu se os citados deverão entregar os celulares para perícia, assim como aconteceu com 17 políticos e empresários quando da deflagração da operação Coffee Break, em 25 de agosto passado.

Em ofício ao qual o Portal Correio do Estadoteve acesso, datado de segunda-feira (26), consta que o vereador entregou o aparelho de uso pessoal e a defesa ainda questionou se Vanderlei continua na “condição de testemunha” perante ao Gaeco.

PEDIDO

Depois de periciar os primeiros 17 celulares dos investigados na Lama Asfáltica e Coffee Break, o Gaeco expediu ofício, no último dia 22 deste mês solicitando celulares dos deputados federais José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT e de Elizeu Dionízio (PSDB).

O promotor Marcos Alex também quer o celular da vice-governador Rose Modesto (PSDB) e dos vereadores  Alex do PT, Ayrton do PT, Luiza Ribeiro (PPS), Cazuza (PP), Paulo Pedra (PDT), João Rocha (PSDB), Chiquinho Telles (PSD), Delei Pinheiro (PSD), Coringa (PSD), Carla Stephanini (PMDB) e Juliana Zorzo (PSC).

Fonte
Correio do Estado
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar