DestaquePolítica

Eleição em Mundo Novo: todos querem um “lugar ao sol”

Contagem Regressiva das Eleições: Faltando 18 dias – 19 de setembro

Três vereadores são candidatos a deputado estadual; outros três vereadores apoiam a deputada Mara Caseiro. Os vereadores Alfonso, Eduardo e Gildo estão apoiando, respectivamente, os deputados Cabo Almi, Onevan e Enelvo. Coronel Davi é apoiado pelo vereador Vavá. Vereador Gessé e o suplente Orandir declaram apoio para Jefferson Pinduca. O prefeito Valdomiro Sobrinho pede voto para Londres Machado, para retribuyir favores políticos. Cada leitor pode tirar suas próprias conclusões sobre o concorrido pleito eleitoral de 2018.

Jair Bolsonaro para presidente do Brasil. Pela movimentação das ruas, o Capitão será o grande vitorioso nas urnas neste 7 de outubro. Para o cargo de governador, o candidato local terá a oportunidade de receber expressiva votação, mas o governador Reinaldo Azambuja será o mais votado, seguido do juiz Odilon. Confuso está o quadro de candidatos ao Senado. Os nomes mais comentados são Nelsinho Trad e Dorival Betini. Depois vem Zeca do PT e Moka. É muito difícil o voto para deputado federal. É um cargo eletivo, onde o seu ocupante fica sempre distante das bases, aparecendo apenas na hora de pedir o voto.

Os candidatos a deputado estadual buscam apoio e voto em todos os lugares e cada um procura se colocar numa posição de vanguarda. Neste ano, Mundo Novo passa por uma experiência atípica, com cinco candidaturas locais, além de outros postulantes de cidades circunvizinhas. O PT tem dois nomes: Alisson e Rose do Acampamento, enquanto outros dois vereadores também disputam uma vaga ao Parlamento do Estado. Pinduca e Nilva, e ainda Sérgio Alves, que busca os votos de mundonovenses pelo PSOL. Estão na disputa por reeleição os deputados Barbosinha, Cabo Almi, Enelvo Felini, João Grandão, Lídio Lopes, Londres Machado, Mara Caseiro e Onevan de Matos, que têm apoiadores em Mundo Novo. Existem ainda outros candidatos que surgem a todo momento, na tentativa de conseguir apoio para se eleger deputado estadual, como é o caso do Coronel Davi, Coronel Ezequiel e Antônio Carlos Biffi, com suas estruturas de campanha para a Assembleia.

É muito cacique para pouco índio, considerando que o município de Mundo Novo tem pouco mais de 14 mil eleitores inscritos, sobrando em torno de 9 mil votos válidos para as eleições proporcionais. Essa é a conta que se deve fazer num momento de tanta incerteza, quando não se acredita mais em promessas eleitoreiras ou renovação de compromissos. Boa parte dos candidatos tem essa consciência, e sai a campo à procura de apoio, sabendo que o resultado das urnas poderá não ser o desejado. Também existem os “iludidos” que sonham com uma vitória muito fácil, diante das propostas apresentadas durante a campanha. No entanto, a Assembleia Legislativa será formada por 24 deputados, e quem tiver feito um bom trabalho e arregimentado apoio, ocupará a ambicionada cadeira no dia 1 de janeiro de 2019.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Close
Close