DestaqueNotíciasOutros DestaquesVariedades

Pessoas que tomarem vacina da febre amarela não podem doar sangue

FEBRE AMARELA

Cidadãos que costumam doar sangue e precisarem tomar a vacina contra febre amarela ficarão 28 dias impedidos de participar da ação. Já as pessoas que tiveram a doença ficarão seis meses sem colaborar com os bancos de sangue de todo país.

A informação foi divulgada hoje (18), pela Fundação Pró-Sangue em São Paulo e o alerta tem objetivo de esclarecer a população que, preocupada com os casos da doença registrados no Estado e outras regiões brasileiras tem procurado os locais para realizar a imunização.

De acordo com a médica hemoterapeuta da Fundação, Helena Sabino, os estoques costumam ficar críticos em períodos de feriados por causa da diminuição de doadores e do aumento de ocorrências de aciedentes que demandam um maior uso dos estoques de sangue. “Solicitamos as pessoas que façam a doação antes de tomarem a vacina, a fim de reforçarem os bancos de sangue”, explica.

SOBRE A DOENÇA

A febre amarela é uma doença infecciosa aguda, de curta duração (no máximo 10 dias), gravidade variável, causada pelo vírus da febre amarela, que ocorre na América do Sul e na África.

Os sintomas são: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina). A febre amarela é transmitida pela picada dos mosquitos transmissores infectados. A transmissão de pessoa para pessoa não existe.

O tratamento é apenas sintomático e requer cuidados na assistência ao paciente que, sob hospitalização, deve permanecer em repouso com reposição de líquidos e das perdas sanguíneas, quando indicado.
Nas formas graves, o paciente deve ser atendido numa Unidade de Terapia Intensiva.

Se o paciente não receber assistência médica, ele pode morrer. A única forma de evitar a febre amarela silvestre é a vacinação contra a doença. A vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde em qualquer época do ano.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close