Outros DestaquesVariedades

Gael (Sérgio Guizé) passará por sofrimentos inimagináveis em sua estadia na prisão em O Outro Lado do Paraíso.

O rapaz será confundido com um estuprador e, por isso, sofrerá com o ódio dos demais presos. Como se sabe, ele será preso após agredir Clara (Bianca Bin) em uma armação da moça para que ele fosse para a cadeia.

O ricaço quase será estuprado na cela, além de surrado, obrigado a lavar chão, ficará sem comida e ainda não poderá usufruir de visita íntima quando Aura (Tainá Müller) despontar por lá, segundo informações da jornalista Carla Bittencourt.

Além disso, ele provará do próprio veneno. Após uma surra, o rapaz vai parar na enfermaria, mas é intimidado pelos presos a não contar o que aconteceu. Ao ser questionado pelo médico quem o bateu, Gael dispara: “Ninguém me bateu, doutor. Eu caí. Me machuquei sozinho”.

Trata-se do mesmo tipo de discurso que Clara era obrigada a falar. Mesmo ferido, Gael terá que fazer a faxina pesada a mando dos presos, que ainda jogam um balde de água suja nele. Em outra cena, o chefe da cela não deixa o rapaz fazer sexo com Aura. “Aqui quem diz o que pode e o que não pode sou eu. Estuprador não vai”, diz.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close